Ministra da Agricultura fala sobre ajuda ao produtores do ES

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina (Fotografia - Hélio Filho/Secom)

Segundo a ministra, o governo federal está vendo alguns programas que possam diminuir essa perda que esses produtores

O governador Renato Casagrande, junto com a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, participaram, nesta sexta-feira (24), do 12º Marco do Início da Colheita do Café, no município de Águia Branca, na região noroeste do Estado.

A solenidade reuniu autoridades, lideranças políticas, produtores rurais e pessoas associadas ao agronegócio do setor. O Espírito Santo é o segundo maior produtor de café do País e o primeiro de café Conilon.

Um dos pontos abordados em Casagrande falou sobre o trabalho de resgaste do sistema público agrícola que será realizado neste Governo após a falta de investimento nos últimos anos.

Ele lembrou, ainda, das dificuldades enfrentadas pelos agricultores em decorrência dos últimos períodos de estiagem. “Nossa expectativa é que a gente, tanto o Governo Federal quanto o estadual, possa encontrar um caminho que alivie as dívidas dos produtores rurais”, destacou.

(Fotografia – Hélio Filho/Secom)

Sobre este ponto, a ministra Tereza Cristina afirmou que essa situação já é de conhecimento do Governo e que soluções estão sendo avaliadas.

“Estamos vendo alguns programas que possam diminuir essa perda que esses produtores tiveram para que eles possam continuar produzindo. O pior dos mundos é que eles saiam da atividade e percam suas propriedades. É isso que a gente está tentando fazer para dar um tempo para eles se reprogramarem, produzirem novamente e ir pagando da maneira que eles conseguirem”, adiantou.

Também presente ao evento, o diretor do Incaper, Antonio Carlos Machado, falou sobre o lançamento da colheita da safra do café Conilon. “É um marco para a agricultura capixaba e o Estado é referência brasileira e mundial no desenvolvimento da cafeicultura do Conilon. A produtividade evoluiu muito nos últimos anos, graças às tecnologias desenvolvidas pelo Incaper em parceria com o Governo do Estado e com diversas instituições”, disse.


LEIA MAIS
Conteúdo Publicitário