19.9 C
Vitória
sexta-feira, 29 maio, 2020

Micro e pequenas empresas impactam fortemente a economia

Leia Também

Prejuízo com fechamento de shoppings centers capixabas chega a R$ 1 bilhão

Os shoppings centers da Grande Vitória estão fechados desde o dia 19 de março, por meio de um decreto estadual a fim de conter a pandemia do novo coronavírus.

Covid-19: após a alta, cuidados devem continuar

Segundo especialista, é importante seguir os cuidados médicos. Em alguns quadros mais graves vão demandar mais um tempo de recuperação.

PIB está 4,2% abaixo do pico observado no fim de 2014, diz IBGE

O resultado, segundo a instituição, é resultado do primeiro trimestre teve forte impacto da pandemia do novo coronavírus.

Como montar um cantinho lúdico e organizado para as crianças

Com as crianças em casa em tempo integral, as famílias se deparam com o desafio de manter a rotina de atividades escolares e brincadeiras.

No Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa, empreendedores de tornam responsáveis por 80% dos postos de trabalho no Brasil

Nesta sexta-feira (05) é comemorado o Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa. A data surgiu por conta do Estatuto da categoria em 1999, regulamentado pela Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006.

Segundo o Sebrae nacional, as micro e pequenas empresas geram o impacto alto na economia brasileira, pois, entre outros benefícios, são fontes de criação de postos de trabalho, sendo responsável por mais de 80% dos empregos formais neste ano.

Para o diretor técnico do Sebrae ES, Benildo Denadai, “os empreendedores de micro e pequena empresa são os heróis da nossa economia. Na crise, seguraram o emprego e até criaram novas vagas. Acredito que esse otimismo certamente será traduzido em mais investimentos nos negócios e, consequentemente, em mais vendas.”.

De acordo com o diretor, cerca de 99% das empresas atuantes no Estado são de pequeno porte. Desta forma, o Sebrae ajuda o empreendedor promovendo a capacitação, para que o empreendedor possa tomar decisões de maior assertividade; auxilia-o qualificando melhor o negócio, com a elaboração, por exemplo, de um bom Plano de Negócio, de um estudo de mercado sobre esse negócio.

“O Sebrae pode ajudar na inovação do produto, processo, serviço, modelo de negócio e na embalagem. Ajuda também a empresa a adotar novos métodos, sistemas de gestão modernos que possam dar resultados para a organização. Também ajuda a abrir novos mercados, procurar nichos importantes de mercado, prospectar novos clientes. O Sebrae ajuda o empreendedor também na hora de buscar crédito junto a instituições financeiras, seja para capital de giro ou para investimento”, destacou Denadai.

E em meio à crise, empreender se tornou ainda mais uma opção para quem quer uma renda extra ou precisa de uma nova ocupação. Muitos migram para outras áreas e setores da economia e até se identificam com o novo ramo.

Especialista do time da Organica, líder na aceleração de negócios e pessoas, Diego Daminelli alerta que antes de partir para a burocracia de abertura de um negócio, “o empreendedor deve: conhecer os concorrentes e possíveis substitutos; criar a estrutura básica de tecnologia para servidores, sistemas e infraestrutura; e organizar a contabilidade básica, como impostos, orçamento, capital de giro e fluxo de caixa.”.

Parcerias

Também é comum ouvir histórias de parcerias que deram errado e acabaram em desentendimentos e até mesmo prejuízos para ambos os lados, comprometendo o sucesso do negócio. Para não entrar nas estatísticas das sociedades que terminaram mal, é importante analisar alguns fatores para tomar as decisões certas.

De acordo com o especialista em Direito Societário do escritório PimentelBassul Advogados, Pedro Bassul, é primordial que a escolha de um sócio não pode ser baseada em uma necessidade emergencial e efêmera da empresa. “O motivo para a formação de uma sociedade que funcione bem deve ser racional e concreto, de modo que os sócios complementem as habilidades e necessidades um do outro”, explicou.

Bassul afirmou, ainda, que os sócios precisam ter as mesmas metas e uma visão comum do que desejam para o futuro da empresa. “Os potenciais sócios devem avaliar se compartilham dos mesmos valores e expectativas em relação ao negócio. Obstáculos podem surgir, por isso é fundamental ter clareza sobre os objetivos pretendidos com formação da sociedade”, comentou.

Franquias

Há quem também aposte em franquias como forma de se inserir no mercado de trabalho. Representando um dos setores que mais cresce no país, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), as franquias de prestação de serviços cresceram 9,2% em 2017.

Antes de abrir seu próprio negócio é necessário ficar atento ao setor mais adequado ao seu perfil. “Não adianta investir em algo que a pessoa não se identifica, as chances de ter sucesso já começam por aí”, destacou Lucas Moreira, sócio-fundador da rede de franquias Splash.

A diretora da rede de franquias de escolas de beleza, Infobeleza, Sônia Leonardi, ressaltou que empreender é um ato de coragem e por isso quem busca o seu próprio negócio merece um dia especial. Para aqueles que são empreendedores de primeira viagem, a empresária recomendou investir em uma franquia com plano de negócio testado e aprovado. “Fica mais simples quando a franquia possui um plano de negócio pronto. O empreendedor só precisa implantá-lo para funcionar”, pontuou.

 

Matéria AnteriorPassos ao Anchieta
Próxima MatériaEdição 157
Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

esbrasil_176
Continua após publicidade

Fique por dentro

Maia diz que auxílio emergencial deve ser prorrogado, mas teme redução de valor

O presidente da Câmara dos Deputados afirmou que há um embate explícito dentro do governo, e do próprio Parlamento, entre priorizar investimentos públicos e privados.

Pesquisa revela que empresas capixabas de TI apostam na superação da crise causada pela pandemia

O foco foi identificar as principais dificuldades, sugestões e expectativas diante os desafios que a pandemia, provocada pela Covid-19, impôs ao mercado de tecnologia do Espírito Santo.

Marcos Troyjo é eleito presidente do Banco do Brics

Troyjo sucederá o indiano Kundapur Vaman Kamath, primeiro a comandar o NDB, criado na reunião de cúpula do Brics de Fortaleza, em 2014

Aneel tenta reduzir reajustes tarifários para ex-distribuidoras da Eletrobras

Os contratos de concessão dessas distribuidoras, que foram vendidas em leilões realizados há dois anos, previa a possibilidade de que os novos operadores pedissem Revisão Tarifária Extraordinária (RTE) para reconhecer os investimentos realizados na área de atuação das empresas

Vida Capixaba

Orquestra Sinfônica Sul Espírito Santo realizará apresentações on-line

A primeira apresentação da série "[email protected] Sinfônica In Live", será na próxima quinta-feira (04), a partir das 20h, pelas mídias sociais do projeto social Casa Verde.

Golden Tulip Porto Vitória inaugura espaço exclusivo para lives

O objetivo é disponibilizar infraestrutura tecnológica de ponta para encontros virtuais, como shows e transmissões corporativas, além de ensaios de grupos musicais. 

“Blitz do Bem” entrega kits de limpeza e máscaras, na Serra

Nesta quarta-feira (27), uma equipe do Departamento de Operações de Trânsito (DOT), em parceria com a Guarda Civil Municipal e a Secretaria de Saúde do município, distribuiu kits de limpeza e máscaras de proteção.

Observatório online ajuda a fortalecer a gastronomia regional

Com coordenação e execução da instituição, o Observatório busca realizar ações de pesquisa e de documentação sobre as cadeias produtivas, os sistemas alimentares, e demais temas referentes à culinária.
Continua após publicidade