Mercado de eventos na contramão da crise

Foto: Reprodução

Setor registra um crescimento, em média, de 14% ao ano. Empresários estão animados e apontam a tecnologia e o marketing de experiência como impulsionadores

O brasileiro é conhecido por muitos por ser um povo festeiro. E, agora, esta animação pode ser comprovada em números. Segundo a Associação Brasileira de Empresas e Eventos (ABEOC), o segmento de festas e eventos cresce, em média, 14% ao ano.

A informação tem empolgado investidores do mercado e motivado empresas a oferecer um serviço com ainda mais qualidade e foco no marketing de experiência, além da tecnologia.

Mesmo com o cenário instável, novos temas e formas de celebrações surgem da noite para o dia. Para se ter uma ideia, esse setor movimentou R$ 17 bilhões em cerimônias e festas em 2017, segundo dados da Associação Brasileira de Eventos (Abrafesta). Com isso, o sinal está verde para quem busca oportunidades de negócios e estabelecer novos nichos nesse segmento.

O empresário capixaba Plinio Escopelle, éresponsável pela Superticket, que oferece solução em tecnologia e gestão de negócios,. – Foto: Divulgação

Para o empresário capixaba Plinio Escopelle, a notícia só comprova a sua percepção. Dentre as diversas empresas que administra, Plínio é responsável pela criação da Superticket, que oferece solução em tecnologia e gestão de negócios, voltada para as áreas de entretenimento e lazer.

“Durante o ano, tivemos uma movimentação de mais de R$ 15 milhões no mercado de eventos com um faturamento líquido de mais de R$1 milhão, nos mais de 1.500 eventos realizados, ao longo do período. Esses números só ressaltam o quanto tem crescido a demanda deste mercado, em especial, por uma qualidade maior nos serviços oferecidos em shows e eventos, em geral”, destaca.

Conteúdo Publicitário