20.7 C
Vitória
terça-feira, 25 junho, 2024

Luisa e Matos vencem e vão à final do Aberto da Austrália

Até hoje, apenas uma dupla brasileira havia alcançado uma final da chave mista, em 1982

Pelo segundo ano consecutivo, o Brasil estará numa final no Aberto da Austrália. Nesta quarta-feira, Luisa Stefani e Rafael Matos venceram os australianos Marc Pollmans e Olivia Gadecki por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/4 e 11/9, em 1h35min de confronto, e avançaram à decisão das duplas mistas.

Será a primeira final de Grand Slam dos dois tenistas. Luisa já havia alcançado uma semifinal nas duplas femininas, no US Open de 2021, quando sofreu grave lesão e acabou afastada do circuito por um ano. Matos se destaca nas duplas nas competições de nível ATP, mas nunca tinha ido tão longe num torneio deste nível. Seu melhor resultado num Major havia sido as quartas de final em Roland Garros nas duplas masculinas, em 2022.

- Continua após a publicidade -

Em 2022, o Brasil esteve numa das finais em Melbourne com Beatriz Haddad Maia. Na ocasião, ela e a casaque Anna Danilina disputaram a decisão nas duplas femininas e ficaram com o vice-campeonato. Desta vez, Bia não conseguiu ir longo tanto em simples quanto nas duplas. Luisa, por sua vez, apostava nas duplas femininas, mas não chegou a estrear porque sua parceira desistiu da competição.

As duplas mistas, portanto, se tornaram o foco da medalhista olímpica, que vem fazendo grande retorno às quadras após a lesão de 2021. Ela voltou ao circuito em setembro do ano passado e já faturou quatro títulos desde então. Na final, eles vão enfrentar a experiente dupla indiana formada por Sania Mirza e Rohan Bopanna.

Luisa e Matos vão tentar um título inédito para o Brasil no tênis. Até hoje, apenas uma dupla totalmente brasileira havia alcançado uma final da chave mista. Foi com Cláudia Monteiro e Cássio Motta na edição de 1982 de Roland Garros. Eles foram vice-campeões.

Os brasileiros começaram bem a partida e abriram 3/1 com certa facilidade, diante do nervosismo e dos erros de Olivia Gadecki. No entanto, os tenistas da casa reagiram. Empataram em 3/3, viraram o jogo e fecharam o primeiro set com uma nova quebra de saque, surpreendendo Luisa e Matos.

Mais confiantes, os australianos mantiveram o bom nível de jogo no início do segundo set. Até que os brasileiros deram um passo além no equilíbrio da partida e faturaram uma quebra no sétimo game, abrindo 4/3. Os australianos igualaram novamente e o duelo no match tie-break, quando Luisa chegou a salvar um match point

Com pontos decisivos de Matos, a dupla fechou o jogo com uma bola vencedora da medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2021, para a festa da pequena torcida brasileira em Melbourne. Nas arquibancadas, o técnico Leo Azevedo celebrou o feito ao lado do ex-presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, que exibia uma bandeira do Brasil com o escudo do Palmeiras no centro.

Djokovic vai à semifinal 

Com mais tranquilidade que o esperado, o sérvio Novak Djokovic derrotou o russo Andrey Rublev por 3 sets a 0, com parciais de 6/1, 6/2 e 6/4. O número cinco do mundo vai disputar uma semifinal do Aberto da Austrália pela décima vez. De quebra, alcançou o recorde de vitórias seguidas do americano Andre Agassi no torneio, com 26 triunfos.

Sem demonstrar dores e exibindo um forte ritmo, o tenista da Sérvia disputará uma vaga na final como grande favorito ao título. Ele busca em Melbourne seu 10º troféu deste Grand Slam, podendo igualar o recorde de Rafael Nadal, dono de 22 títulos neste nível. Se a conquista vier, Djokovic ainda poderá alcançar o topo do ranking novamente.

Em seu caminho agora está o americano Tommy Paul, que fez uma inesperada partida de quartas de final com o compatriota Ben Shelton e levou a melhor por 7/6 (8/6), 6/3, 5/7 e 6/4. A outra semifinal terá o russo Karen Khachanov e o grego Stefanos Tsitsipas.

No feminino, a segunda semifinal também foi definida. E terá a polonesa Magda Linette diante da belarussa Aryna Sabalenka. Linette avançou ao superar a experiente checa Karolina Pliskova por 6/3 e 7/5. Sabalenka, por sua vez, desbancou a experiente croata Donna Vekic por 6/3 e 6/2.

Com informações de Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA