21 C
Vitória
sexta-feira, 19 abril, 2024

Justiça brasileira bloqueia R$ 19,5 milhões do Facebook

Segundo informações, o WhatsApp teria se recusado a fornecer dados sobre traficantes investigados pela Polícia Federal em uma operação chamada Quijarro. 

A Justiça Federal de Londrina, Paraná, determinou o bloqueio de R$ 19,5 milhões do Facebook, atual proprietária do aplicativo de mensagens WhatsApp, valor referente às multas aplicadas pelo descumprimento de uma decisão judicial. Isso porque, o WhatsApp teria se recusado a fornecer dados sobre traficantes investigados pela Polícia Federal em uma operação chamada Quijarro, executada na última quarta-feira (29) em três Estados brasileiros e que resultou na prisão de uma quadrilha especializada no tráfico internacional de drogas.

- Continua após a publicidade -

O WhatsApp não armazena as conversas dos usuários, por isso não é capaz de entregar estas informações à Justiça. Além disso, a criptografia do aplicativo foi reforçada em abril e agora as mensagens só podem ser acessadas pelo remetente e pelo destinatário. Esta não foi a primeira e provavelmente não será a última vez que o WhatsApp teve problemas com a Justiça brasileira. O aplicativo já teve seu uso bloqueado algumas vezes no país, o mais recente dele, em maio deste ano.

Pelo fato do WhatsApp não ter um representante legal ou contas bancárias no Brasil, o bloqueio dos R$ 19,5 milhões atingiu diretamente o Facebook. 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA