21 C
Vitória
sexta-feira, 19 abril, 2024

Ingressos para o E-Prix de São Paulo da Fórmula E começam a ser vendidos

O Brasil já esteve perto de receber provas da Fórmula E, mas pela primeira conseguirá se efetivar como sede do evento

A Fórmula E desembarca no Brasil pela primeira vez em 25 de março. No entorno do Complexo do Anhembi, na capital paulista, um circuito será montado para receber os fãs de automobilismo na sexta etapa da temporada. Os ingressos para acompanhar o E-Prix de São Paulo já estão à venda.

O valor das entradas está entre R$ 300 e R$ 350, sendo que também podem ser adquiridas meias-entradas. A classificação etária do evento é de 16 anos. Todos os menores devem estar acompanhados de um adulto.

- Continua após a publicidade -

Os ingressos para todos os setores estão disponíveis para aquisição por meio do site https://www.eventim.com br/artist/formulae-sp/.

O Brasil já esteve perto de receber provas da Fórmula E, mas pela primeira conseguirá se efetivar como sede do evento. Dois brasileiros já foram campeões da modalidade. Logo na estreia, Nelsinho Piquet ficou com o troféu, na temporada 2014-2015. Em 2016-2017, foi a vez de Lucas Di Grassi, que acredita que vê a etapa em sua cidade natal como especial para sua carreira.

“É o lugar mais efetivo para fazer uma corrida de Fórmula E. Para quem não sabe, a categoria só corre em circuitos de rua, e por isso Interlagos não era uma possibilidade. Não se trata de uma questão contratual, e sim, estratégica mesmo a Fórmula E realizar todas as suas etapas em circuitos de rua”, afirmou Di Grassi.

Apesar de ser disputada na mesma região, a Fórmula E não percorrerá o mesmo trajeto da Fórmula Indy, quando passou pelo Anhembi. O circuito novamente terá o Sambódromo como ponto principal, mas agora não mais passará pela Marginal Tietê, ficando restrito ao Complexo do Anhembi e à Avenida Olavo Fontoura.

“É uma pista parecida com a que foi utilizada na Fórmula Indy, porém ela não volta pela Marginal Tietê e sim, por trás, para não fechar o trânsito. É o mesmo local, porém um traçado diferente. Eu até cheguei a desenhar uma pista no Parque do Ibirapuera, e até foi feita uma análise da FIA no local e era viável de fazer, porém o custo ficaria alto para começar tudo do zero e o local mais efetivo para realizar a prova é mesmo no Anhembi”, analisa Di Grassi.

Além de Lucas Di Grassi, o brasileiro Sérgio Sette Câmara também estará no cockpit da Fórmula E em 2023. A nova temporada começa neste fim de semana, com o E-Prix do México, no Autódromo Hermanos Rodríguez, o mesmo usado na Fórmula 1. Depois, a Fórmula E faz uma parada na Arábia Saudita para a disputa de duas provas nas ruas de Riad.

Antes de chegar a São Paulo, a Fórmula E ainda passa por Hyderabad, na índia, e Cidade do Cabo, na África do Sul.

Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA