18.3 C
Vitória
terça-feira, 23 DE julho DE 2024

EUA e México retiram candidatura para sediar Mundial Feminino

Com isso, o Brasil, um dos interessados em sediar o torneio de futebol feminino, terá apenas um trio de países europeus como concorrente

Os Estados Unidos e o México anunciaram na segunda-feira a retirada da candidatura para sediar a Copa do Mundo feminina de 2027. Os países fizeram um projeto conjunto para receber o evento e informaram em nota que “concentrarão o foco” em tentar abrigar a competição na edição seguinte, que será em 2031.

Com isso, o Brasil tem apenas um concorrente na disputa para sediar o torneio de futebol feminino, que é o projeto que reúne um trio de países europeus: Alemanha, Bélgica e Holanda. A Fifa vai anunciar a candidatura vencedora em 17 de maio, em cerimônia na Tailândia.

- Continua após a publicidade -

“Estamos comprometidos em organizar um evento memorável e histórico. Após análise cuidadosa, sentimos que mudar o foco para 2031 nos permitirá promover a Copa do Mundo feminina mais bem-sucedida de todos os tempos”, disse o presidente da Federação Mexicana de Futebol, Ivar Sisniega, em comunicado.

A nota apontou ainda que as federações desejam analisar os aprendizados que a Copa do Mundo de 2026 deve oferecer. Estados Unidos, México e Canadá serão os anfitriões da competição de futebol masculino. “Sediar uma Copa do Mundo é um grande empreendimento, e ter tempo para nos preparar permite maximizar o impacto no mundo”, afirmou a presidente da Federação de Futebol dos Estados Unidos, Cindy Parlow Cone.

Pouco depois do anúncio da desistência de Estados Unidos e México, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) reiterou o desejo de ter o Brasil como país-sede. “A CBF respondeu todas as exigências da Fifa e agora trabalha de forma incansável para obter os votos necessários para realizar, pela primeira vez na história, a Copa do Mundo feminina no nosso País”, disse o presidente da entidade, Ednaldo Rodrigues.

“O futebol feminino é uma das prioridades da minha gestão, e a realização desse grande evento será um grande impulso para a sua massificação em todo o País”, afirmou o presidente, que aproveitou para destacar que vai apoiar o projeto conjunto de Estados Unidos e México para sediar o torneio em 2031. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA