24.6 C
Vitória
segunda-feira, 17 maio, 2021

Indicador da Findes mostra queda na economia capixaba em 2020

A equipe da Federação das Indústrias avalia a contração como reflexo do desempenho em todos os grandes setores econômicos

A atividade econômica capixaba encolheu 4,4% em 2020 de acordo com as informações do Indicador de Atividade Econômica da Federação das Indústrias do Espírito Santo (IAE-Findes). Segundo a avaliação, a queda ocorreu em todos os grandes setores da atividade econômica do Estado.

O indicador foi apresentado nessa segunda-feira (15) junto ao resultado do desempenho do quatro trimestre do ano passado. A equipe da Findes, encabeçada pela presidente Cris Samorini, destacou que o segundo semestre de 2020 se caracterizou pela maior flexibilização das medidas de combate à pandemia da Covid-19 junto à adoção de protocolos de segurança.

Neste cenário, o IAE-Findes estimou crescimento de 4,4% da economia capixaba na passagem do 3° para o 4° trimestre do ano, na série livre de sazonalidade. O resultado reforçou o crescimento já verificado no 3º trimestre, indicando o aquecimento da atividade econômica do estado no segundo semestre do ano.

O ganho de ritmo no último trimestre foi disseminado em todos os grandes setores da atividade econômica, com destaque para a expansão de 10,2% na indústria de transformação e de 40,1% na construção.

Apesar desses resultados, o crescimento observado no segundo semestre não foi suficiente para eliminar as perdas acumuladas ao longo do ano, tendo em vista os efeitos adversos da pandemia.

“A atividade econômica do ES encolheu 4,4% em 2020, refletindo a contração ocorrida em todos os grandes setores da atividade econômica do estado. O PIB do Brasil encolheu 4,1%. De acordo com a apresentação, podemos falar em mais uma década perdida no Brasil. São duas décadas perdidas em 40 anos: a dos anos 80 e esta agora, de 2010 a 2020. Isso reforça a necessidade de reformas estruturais, de redução do Custo Brasil, e, neste momento, reforça a importância da vacinação. A imunização da população é essencial para preservar vidas e empregos. Ela possibilitará a plena retomada da atividade econômica”, destacou presidente da Findes, Cris Samorini.

Com informações da Findes.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade