22.1 C
Vitória
sexta-feira, 12 agosto, 2022

Google lança ferramenta para transparência sobre publicidade eleitoral

google
A ferramenta já está disponível em países como Austrália, Estados Unidos, Índia, Israel, Nova Zelândia, Reino Unido e Taiwan. Foto: Reprodução

A ferramenta já está disponível em países como Austrália, Estados Unidos, Índia, Israel, Nova Zelândia, Reino Unido e Taiwan

O Google lançou no Brasil nesta última quinta-feira, 23, a 100 dias das eleições gerais, o “Relatório de Transparência de Publicidade Política”. A página foi criada para dar mais transparência sobre publicidade eleitoral exibida por meio de todas as plataformas da empresa. A ferramenta reúne informações atualizadas em tempo real sobre todos os anúncios comprados no Google, YouTube e sites parceiros.

De acordo com a empresa, o relatório vai incluir publicidades que mencionam partidos políticos, candidatos a cargos de nível federal no Brasil e atuais titulares destes cargos. Será possível acessar ainda informações sobre as empresas ou pessoas físicas que compraram anúncios eleitorais, além do valor pago.

A página mostra todas publicidades que foram exibidas e também aquelas que foram removidas por violações às políticas da ferramenta. No caso de um anúncio reprovado, a imagem ou vídeo serão substituídos por uma mensagem explicando que o conteúdo foi negado.

A ferramenta já está disponível em países como Austrália, Estados Unidos, Índia, Israel, Nova Zelândia, Reino Unido e Taiwan. O lançamento no Brasil faz parte da iniciativa do Google, em parceria com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em exibir informações oficiais relacionadas às eleições e trazer mais transparência ao processo.

Neste ano, o Youtube lançou uma nova política de integridade eleitoral responsável por remover conteúdo que dissemina alegações falsas de fraude no pleito de 2018.

Com informações de Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade