23.9 C
Vitória
quarta-feira, 19 junho, 2024

Gasolina, diesel e gás de cozinha mais caros

A partir de janeiro de 2024, esses produtos terão o ICMS reajustado para 12,5% e impactarão diretamente o bolso do consumidor.

Por Cristiano Stefenoni

O Comitê Nacional de Secretários de Estado da Fazenda (Comsefaz) divulgou oficialmente, nesta quinta-feira (26), o reajuste com o novo aumento do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de 12,5% sobre a gasolina, o diesel e o gás de cozinha. Os novos tributos passam a ser cobrados pelos estados a partir de 1º de fevereiro de 2024 e terão vigência até o final do ano que vem.

- Continua após a publicidade -

A nova alíquota já havia sido aprovada no último dia 20, pelos secretários de Fazendas dos estados e do Distrito Federal. Na prática, os valores para o consumidor ficarão assim: a gasolina, que custa R$ 1,22 o litro passará para R$ 1,3721 o litro; o diesel subirá de R$ 0,9456 o litro para R$ 1,0635 o litro; e o gás de cozinha irá de R$ 1,2571 o kg para R$ 1,4139 o kg.

Em nota, a Comsefaz disse que os reajustes foram necessários como uma forma de mitigar a instabilidade do impacto da então política de preços praticada pela Petrobras. Vale lembrar que, a partir de 1º de janeiro de 2024, o litro do diesel também sofrerá outra alta por conta da retomada dos impostos federais PIS e Cofins.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA