21.8 C
Vitória
segunda-feira, 18 janeiro, 2021

Freitas: fluxos financeiros estão cada vez mais atrelados a padrões ambientais

O ministro repetiu que o governo quer prover infraestrutura por meio da via privada – destacando a falta de recursos públicos para isso

Por Amanda Pupo (AE)

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, disse nesta terça-feira (20) que o Brasil não vai “fugir” da responsabilidade de atrelar o desenvolvimento econômico a padrões ambientais e sustentáveis, e que o objetivo é ser “vanguarda” no assunto. “Sabemos que cada vez mais os fluxos financeiros vão estar atrelados aos padrões ambientais, e não vamos fugir dessa responsabilidade. Pelo contrário, queremos estar na vanguarda”, afirmou o ministro na abertura do Via Viva, Seminário Socioambiental em Infraestrutura de Transportes.

Freitas comentou que o programa de concessões tocado pelo governo vai ao encontro da agenda ambiental ao priorizar o equilíbrio da matriz de transportes e projetar modelagens que já nascem com certificados verdes. “Estamos investindo em ferrovias É no programa ferroviário que iniciamos nossa certificação”, afirmou o ministro, que citou também o incentivo a cabotagem.

Freitas também ressaltou que o Brasil tem um estoque de infraestrutura inferior ao de seus pares, e que o investimento nesse setor é uma das alavancas para o desenvolvimento e a superação de desigualdades. O ministro repetiu que o governo quer prover infraestrutura por meio da via privada – destacando a falta de recursos públicos para isso.

“Temos limitação fiscal, e o Brasil adotou compromisso com solvência que é tão importante. Tratamos a pandemia pela via fiscal, e paradoxalmente, apesar de todo o esforço fiscal feito, nós conseguimos reduzir a taxa de juros . No fim das contas, isso traz atratividade adicional para nossos projetos de infraestrutura”, disse.

Título verde

O secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, listou uma série de ações que estão sendo desenvolvidas no governo sob o viés do desenvolvimento sustentável, as quais, segundo ele, mostram uma preocupação com o “desenvolvimento econômico sustentável com forte defesa ambiental”. “É um governo que se preocupa com o meio ambiente”, disse.

De acordo com o secretário, entre as iniciativas que estão sendo trabalhadas na secretaria estão: a expansão do número de emissões de títulos verdes, a diversificação dos setores econômicos financiados com ‘green bonds’, e a expansão dos tipos de títulos para além de debêntures. “Ou seja, queremos expandir o mercado de ‘green bonds’ para CRAS, CRIS e FIDCS”, disse o secretário na abertura do seminário. Sachsida citou que hoje o Brasil já conta com mercado de R$ 7,3 bilhões em debênture de infraestrutura com certificação green.

O secretário afirmou também que há esforços para criar um mercado de bolsa para comercialização de cotas de reserva ambiental. “Usando o que há de mais moderno na teoria econômica para proteger o meio ambiente”, disse Sachsida, segundo quem a secretaria também quer operacionalizar as Cédulas de Produto Rural (CPRs) de floresta em pé para compensação ambiental voluntária.

“Gostaria de ressaltar que nesse contexto da retomada da atividade econômica será fundamental contarmos com recursos de investimentos verdes para ser um canal alternativo de desenvolvimento econômico”, afirmou. “Primeiro desafio: mobilizar capital privado no desenvolvimento de agenda de finanças sustentáveis”, comentou o secretário.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Verão: cuidados para que o lazer não se torne transtorno

Capitão do corpo de Bombeiros dá dicas de cuidados durante a viagem de férias ou momento de lazer 

Ônibus GV agora mostra locais para recarga do cartão

O aplicativo apresenta diversas comodidades para quem usa transporte público. Confira!

Serra inicia estudo para cerco eletrônico de segurança

A Prefeitura da Serra iniciou os estudos para implantação do Cerco Eletrônico de Segurança no município

Chuveiros voltam a funcionar em Vila Velha

O verão é sempre uma estação de muita movimentação nas praias e claro que isso gera também um aumento de uso dos chuveiros que ficam nas orlas das praias 

Rua de Lazer tem horário reduzido por conta do Enem

Para garantir a fluidez no trânsito nos dias de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), as Ruas de Lazer em Camburi, funcionarão das 7 às 11 horas neste domingo (17) e no próximo dia 24

Produção industrial do ES recuou -0,9%

Os dados da Pesquisa Industrial Mensal de Produção Física (PIM-PF) referente a novembro do ano passado foram divulgadas nesta quinta-feira (14) pelo IBGE

ES Brasil Digital

ESBrasil-184 - Retrospectiva
Continua após publicidade

Fique por dentro

Produção agropecuária de 2020 alcança R$ 871 bilhões

as variáveis determinantes para os resultados estão relacionadas aos preços dos produtos no mercado interno

Balança comercial do agronegócio soma US$ 100,81 bilhões em 2020

esses setores foram responsáveis por 80% das exportações do agronegócio em 2020, contra os 78,9% de participação registrados em 2019

Conab estima colheita de 264,8 milhões de toneladas de grãos

A Conab ressalta que, neste quarto levantamento, houve uma revisão da periodicidade e metodologia do quadro de oferta e demanda de arroz

2ª onda não tem mesmas consequências econômicas da 1ª

Bruno Serra afirmou também que a instituição precisou adotar um grau de estímulo monetário "forte" no Brasil

Vida Capixaba

Festival verão sem aglomeração

O Festival de Verão sem Aglomeração acontece de 18 a 23 de janeiro

Vai um queijinho aí?

O município de Ibitirama ganhou sua primeira agroindústria, o negócio é uma queijaria e foi o primeiro estabelecimento de 2021

Aquaviário: Transporte parece mais perto!

Serão quatro estações em três cidades, duas em Vitória, uma em Vila Velha e outra em Cariacica

Edição Especial dos Cafés Campeões

Produtores foram homenageados pela Cooperativa Cooabriel
Continua após publicidade