25.5 C
Vitória
sábado, 18 maio, 2024

Eurípedes Pedrinha: “O turismo é uma das nossas maiores prioridades”

Diretor técnico do Sebrae/ES afirma que o turismo é a força motriz econômica que a instituição escolheu para levar o desenvolvimento aos territórios capixabas

Em 50 anos de criação do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), este é o primeiro ano em que a diretoria assumiu um compromisso interno com uma pauta econômica: a prioridade estratégica do Sebrae é o turismo, a partir de hoje, e nos próximos três anos.

“Nós entendemos que o turismo, por sua transversalidade, por sua pluralidade, presente em todos os territórios, envolve vários segmentos de mercado: pousadas, bares, lanchonetes, eventos de entretenimento, shows e eventos de negócios. Como ele espraia em toda economia, o turismo é a força motriz econômica que nós escolhemos para levar o desenvolvimento e a transformação dos territórios capixabas.

- Continua após a publicidade -

A informação é do consultor Eurípedes Pedrinha, que recentemente assumiu a diretoria técnica do Sebrae/ES. “Eu convivo, trafego, trabalho, forneço, sou funcionário do Sebrae há 19 anos. É um trabalho que começou no Sebrae em 2005. Já fui gerente, consultor, embaixador e, hoje, diretor técnico. Uma experiência de fechamento de um ciclo muito bom para a minha vida pessoal”.

De acordo com Pedrinha, é desafiador para o Sebrae se manter presente, renovar as soluções e tecnologias, cursos e consultorias em um mercado que acelera o processo de mudança, que se digitaliza com muita velocidade e que se desintermedia por meio da internet.

“A grande entrega do Sebrae para a sociedade é o desenvolvimento econômico-social, por meio de pequenos negócios. Fortalecer a pequena empresa é a entrega que nós temos para a sociedade e se torna desafiador para nós apoiar pequenos negócios que precisam se reinventar diuturnamente diante desses desafios econômicos.”

No Brasil, as pequenas empresas representam mais de 70% das oportunidades de emprego e de trabalho. “Elas representam a oportunidade de mobilidade social mais relevante do mercado. É muito mais fácil criar mobilidade, melhorar a vida das pessoas por meio do empreendedorismo do que qualquer outra frente”.

Economicamente falando, estamos tratando de uma parcela do mercado que responde pela maior fatia dos empregos, mas que eu diria, de modo geral, quase todos nós começamos nossa carreira numa pequena empresa, quase todos nós mudamos nossa vida criando uma pequena empresa, quase todos nós temos em nossa vida ou a de alguém muito próximo, uma pequena empresa como fator de transformação da vida e da sociedade.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA