Espírito Santo recebe escritório da Câmara Brasil-Rússia

O escritório tem como objetivo intensificar as relações entre as empresas e instituições capixabas e russas, principalmente na área do comércio, da indústria e do turismo

As relações comerciais entre o Espírito Santo e a Rússia se consolidaram ainda mais. Nesta terça-feira (1º) foi assinado o documento que marca a abertura do escritório de representação da Câmara Brasil-Rússia de Comércio, Indústria e Turismo no Estado.

A solenidade foi realizada no Palácio Anchieta, em Vitória, e contou com a presença do governador Renato Casagrande, do embaixador da Federação da Rússia no Brasil, Sergey Akopov, do chefe da Câmara no Espírito Santo, Ulisses Borges de Resende, o vice-chefe da Câmara, Bruno Schmidt, além de autoridades, empresários e representantes dos setores.

O escritório funcionará na Avenida Nossa Senhora dos Navegantes, na Enseadá do Suá e terá como objetivo estabelecer parcerias com os setores mais estratégicos da economia capixaba. Dentre eles estão: o petróleo e gás, cacau, café, rochas ornamentais, açúcar, entre outros.

Sua principal função será executar ações que intensifiquem a relação entre as empresas com o comércio exterior russo, gerando oportunidades e aquecimento da economia, bem como facilitar a inserção de companhias do país europeu no Estado.

Em sua fala, o governador Casagrande disse que apesar dos desafios, o Espírito Santo está pronto para receber o escritório e como a economia capixaba será favorecida. “Tenho certeza que o Estado, que tem um nível de organização extraordinário, será muito bem divulgado fora do país. Queremos ser a porta de saída do Brasil para o mundo e a porta de entrada do mundo para o Brasil e para isso precisamos de investimento em logística e relacionamentos nacionais e internacionais”, destacou ele.

O embaixador da Rússia no Brasil, Sergey Akopov, destacou a importância da instalação do escritório da Câmara Brasil-Rússia no Estado. – Foto: Renato Cabrini / Next Editorial

O embaixador da Federação da Rússia no Brasil, Sergey Akopov, pontuou que a assinatura do documento é um acontecimento muito importante. “Hoje estamos vivendo um momento que está mudando a cada dia. Nesse mundo instável estamos atentos às relações comerciais e com o Espírito Santo, que tem interesses parecidos com os nossos em relação à tecnologia e insumos. Brasil e Rússia já tem laços comerciais há bastante tempo e queremos ampliar ainda mais. A Câmara tem esse potencial de abrir novos horizontes e possibilidades de negócios”, acrescentou.

O chefe da Câmara no Espírito Santo, Ulisses Borges de Resende, frisou que o Brasil movimenta, anualmente, cerca de R$ 5 bilhões de dólares a partir do intercâmbio comercial entre os dois países e reforçou a importância desta parceria.

“Estou muito feliz em firmar essa parceria entre Brasil e Rússia, especialmente porque o Espírito Santo tem um imenso potencial por sua condição geográfica, pelos quatro grandes portos e outros modais. Temos muito que trabalhar com essa aproximação entre os empresários, a fim de incrementar as relações”, afirmou Resende.

Turismo

Assim como o comércio e o setor industrial que são muito fortes no Estado, o Turismo é outra pasta que ganhará destaque com a instalação do escritório. Casagrande pontuou que este será um dos trabalhos alcançados com a nova parceria.

“Conseguiremos gerar oportunidades para os capixabas, melhorar nossa infraestrutura, pois quando divulgamos o nosso Estado é a hora que nós trabalhamos para melhorar a qualidade de vida aqui. Assim podemos receber melhor os nossos turistas”, ressaltou o governador.

Ele observou, ainda, que já busca divulgar o Estado nos locais que visita. “A minha presença em alguns países e a nossa presença em outros Estados reforça a imagem positiva do Espírito Santo, que possui a melhor gestão fiscal da federação, que tem um Fundo Soberano, serviços públicos organizados, as contas em dia e que faz investimento. O que nos cabe é divulgar o nosso Estado e é o que faremos intensamente a partir de agora”, explicou Casagrande.

Mosteiro

Um dos projetos importantes que fazem parte da parceria Espírito Santo-Rússia é a construção de um mosteiro da Igreja Ortodoxa Tradicionalista, em Aracruz, interior do Estado. De acordo com o padre Francisco de Assis da Cruz Feitosa, o que incentivou os religiosos a ter a iniciativa de construção foi a vontade divina.

O padre Francisco de Assis da Cruz Feitosa informou que a primeira Igreja Ortodoxa Tradicionalista Russa será construída no Espírito Santo. – Foto: Renato Cabrini / Next Editorial

“Foi vontade de Deus que fossemos em busca de construir o primeiro mosteiro da Igreja Ortodoxa da América Latina aqui no Espírito Santo. Já conhecia o Estado, morei em Campo Grande. Trouxe representantes da igreja para dialogarmos com o governador e ele abraçou a ideia. Era para ser aqui”, contou o padre Francisco.

Segundo ele, a previsão é que a construção comece a partir de 2020, com a vinda de outros padres de outras paróquias do Rio de Janeiro, de São Paulo e de Minas Gerais. Não há expectativa para a data de conclusão do mosteiro.

Confira a galeria de fotos:

Conteúdo Publicitário