29.9 C
Vitória
domingo, 23 junho, 2024

Escolas cívico-militares ofertam 450 vagas na Grande Vitória

Prefeituras de Cariacica, Viana e Vila Velha mantiveram o modelo mesmo após o encerramento do Programa Nacional

Por Kebim Tamanini

Prefeituras da Grande Vitória estão ofertando 450 vagas para o ano de 2024 em escolas cívico-militares, mesmo após o encerramento do Programa Nacional de Escolas Cívico-Militares do Governo Federal. Cariacica, Viana e Vila Velha somam seis unidades que atualmente atendem 5.067 alunos, representando um aumento de 19,1% em relação ao ano anterior, quando foram registradas 4.253 matrículas.

- Continua após a publicidade -

Em Cariacica, as unidades que adotam o modelo de ensino cívico-militar são a Escola Municipal de Ensino Fundamental em Tempo Integral (EMEFTI) Coronel PM Orlady Rocha Filho, no bairro Itanguá; EMEFTI Dr. Afonso Schwab, no bairro Jardim América; e EMEFTI Terfina Rocha Ferreira, no bairro Itacibá. A prefeitura informou que há 350 vagas disponíveis nessas três escolas militares.

Já em Viana, a cidade conta com duas unidades de escolas cívico-militares na rede municipal de ensino: EMEFCM João Natalício Alves Pereira, em Vila Bethânia, e EMEFCM Professora Divaneta Lessa de Moraes, em Campo Verde. Ambas atendem a 1.707 alunos neste ano, e segundo a prefeitura, as escolas estão com todas as vagas preenchidas. Os interessados em matricular seus filhos devem ficar atentos à publicação no Diário Oficial.

Por fim, em Vila Velha, a única escola cívico-militar é a Unidade Municipal de Educação Fundamental (Umef) General Luiz Edmundo Pinto de Souza e Mello, que atualmente tem 860 alunos matriculados, com 100 vagas ainda disponíveis para este ano, de acordo com a prefeitura. Para mais informações sobre o processo de matrícula ou transferência, os responsáveis podem entrar em contato com o Sistema de Gestão Escolar pelo telefone (27) 99243-7383, ou procurar diretamente a secretaria da escola, localizada na Rua da Saúde, s/n, Ulisses Guimarães.  

Funcionamento das escolas cívico-militares

Nas escolas cívico-militares, a atuação das secretarias estaduais de Educação é responsável pelo currículo escolar, enquanto os professores e demais profissionais da educação se encarregam do trabalho didático-pedagógico. Os militares, que podem ser integrantes da Polícia Militar ou das Forças Armadas, atuam como monitores na gestão educacional, estabelecendo normas de convivência e aplicando medidas disciplinares.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA