23.9 C
Vitória
domingo, 28 novembro, 2021

Enem: morador do Estado pode ter bônus na nota

Benefício está sendo estudado pela Ufes, que aderiu neste ano ao Sisu, abolindo o vestibular

 

Os moradores do Espírito Santo poderão ter um acréscimo na nota final do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ao concorrer a uma vaga na Ufes pelo Sistema de Seleção Unificado (Sisu). O bônus está em discussão no Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade.  Na última quinta-feira (5), o Cepe se reuniu para definir algumas normas do Sisu na Ufes, que aderiu ao sistema no dia 27 de abril. Essa será a única forma de seleção para ingresso na Universidade.

Entre as medidas discutidas está a possibilidade de bonificação para candidatos que residem no Estado. O bônus é uma nota extra que pode ser acrescida à nota do candidato em função do seu endereço domiciliar, também conhecido como “bônus CEP” (Código de Endereçamento Postal). A bonificação na nota do Enem é prática adotada por diversas instituições de ensino no Sisu para beneficiar estudantes do próprio Estado.
 
Outras normas estabelecidas na reunião foram sobre a definição de notas de corte e pesos para cada uma das cinco provas do Enem em cada curso. A redação terá peso único, já nas outras disciplinas ele pode variar de 1 a 5, de acordo com o Ministério da Educação (MEC). Os colegiados de cada curso terão 30 dias, a partir de 9 de maio, para enviarem suas contribuições para a Câmara Central de Graduação, que vai definir esses critérios.

Os cursos à distância ou com edital específico do governo federal terão processos seletivos especiais. É o caso dos cursos de Licenciatura Intercultural Indígena (Prolind) e Licenciatura Plena em Educação do Campo (Procampo). Já o curso de Música, que conta com prova prática, utilizará o Enem como primeira fase e uma avaliação de habilidade específica como segunda etapa. Com a adesão integral da Ufes ao Sisu, passa de 139 para 140 o número de instituições públicas de ensino superior que utilizam o Sisu como processo de seleção.

Residentes do Espírito Santo poderão ter uma nota extra no Enem ao concorrerem para vagas na Ufes. O “bônus CEP” ainda está sendo avaliada pelo Cepe, mas é comum em universidades que aderiram ao Sisu. Algumas universidades também adotam o bônus para estudantes de escolas públicas. Ainda não se sabe se acontecerá o mesmo na Ufes. Há pesos diferentes para cada uma das cinco provas do Enem em cada curso. Podem variar de 1 a 5, de acordo com o Ministério da Educação. E a Redação terá peso único para todos os cursos. As notas de corte ainda serão decididas pelos colegiados de cada curso da Ufes.

 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade