24.9 C
Vitória
sexta-feira, 14 junho, 2024

Empreendedores capixabas ganham plataforma gratuita do Santander    

Ferramenta desburocratiza processo de abrir o MEI e oferece vantagens a quem trabalhava de forma informal.

Por Gustavo Costa

Com 21 agências e outros 6 Postos de Atendimento Bancário no Espírito Santo, o Santander acaba de lançar um aliado para quem deseja formalizar o seu negócio. Trata-se de uma iniciativa do Programa Avançar, que o banco passou a disponibilizar no seu site para que clientes possam abrir um Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) de forma rápida, gratuita e orientada. Com isso, aqueles trabalhadores que já têm uma ocupação, mas atendia como pessoa física, agora pode formalmente como MEI, assegurando todos os seus direitos.

- Continua após a publicidade -

Para alcançar o microempreendedor, o Santander irá priorizar inicialmente a base de relacionamento do Prospera Santander Microfinanças, programa que já atendeu a 2,3 milhões de clientes e desembolsou mais de R$ 20 bilhões em crédito. A ideia é utilizar o canal direto que agentes do Prospera têm com esse público para ampliar a consultoria financeira que hoje é prestada. E, assim, dar mais clareza ao microempreendedor sobre a formalização.

Para viabilizar o acesso descomplicado à abertura do CNPJ, o Avançar tem uma parceria com a startup especializada em soluções para profissionais autônomos MaisMEI, e que já possui uma plataforma para serviços para os micro e pequenos empreendedores. Na parceria, o Banco passa a oferecer acesso à plataforma em seu site.

 Além de lançar o serviço gratuito, a instituição financeira começou também uma campanha inédita em seus canais digitais para combater a desinformação e esclarecer mitos e verdades sobre empreender formalmente.

Agentes especializados em educação financeira do banco, vão atuar na abordagem direta de empreendedores informais em todo o país que, hoje, ainda utilizam serviços bancários na condição de pessoa física para movimentar a vida financeira de pequenos negócios. “O profissional passa a ter informações mais precisas para controlar gastos e segurança para acelerar quando é hora de crescer”, explicou o diretor do Segmento Empresas do Santander, Franco Fasoli.  

A ferramenta apresenta a esses trabalhadores um cenário totalmente diferente do que encontravam como informais. Com o MEI eles passam a poder se aposentar, ter acesso aos auxílios doença e maternidade, e condições especiais para negociar com fornecedores ao emitir nota fiscal.

Lembrando que o trabalhador deve atender a todas as regras do MEI como, por exemplo, não ter participação societária em outras empresas. Os interessados podem na iniciativa podem acessar o site do Santander

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA