26 C
Vitória
terça-feira, 23 abril, 2024

Diálogos ES Brasil – Novo “boom” do comércio exterior

O presidente do Sindiex, Sidemar Acosta, e o diretor-presidente do IJSN, Pablo Lira, comentam sobre o fomento ao comércio exterior no Estado

Você sabia que o Espírito Santo está entre os maiores exportadores do Brasil? Além de possuir atrativos como incentivos fiscais, recentemente a Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa) foi privatizada. Há ainda investimentos em aeroportos e malhas ferroviárias por parte do setor privado e público.

Diante das iniciativas de fomento, o setor de comércio exterior aguarda um novo “boom” nas exportações e importações no Espírito Santo. O diretor-presidente do Instituto Jones Santos Neves (IJSN), Pablo Lira, e o presidente do Sindicato de Comércio e Exportação do Estado (Sindiex), Sidemar Acosta, participaram de um debate a convite do Portal ES Brasil para falar sobre o assunto.

- Continua após a publicidade -

Entre as potencialidades do estado capixaba, eles destacaram a construção de portos no Norte e no Sul do Estado, os investimentos que serão realizados na Codesa para aumento de sua produtividade, a construção e ampliação de aeroportos regionais em Linhares e Cachoeiro de Itapemirim, o Compete-ES e o Investe-ES, a diversificação de mercados, entre outras iniciativas.

“Esse boom não é só na importação de veículos, ele vem com volume significativo de máquinas e equipamentos, a carga geral, que hoje está gerando um volume significativo de contêiner por Estado. Isso faz com que o Espírito Santo tenha mais condições de exportar, pois tem mais retorno de navio e contêineres para serem ovados. A gente também tem um fenômeno muito grande aqui, somos referência na importação de aeronaves. Ano passado tivemos a oportunidade de nacionalizar 179 aeronaves aqui no Espírito Santo”, comenta Sidemar Acosta.

Pablo Lira lembrou que a corrente de comércio exterior no Espírito Santo tem quase o dobro do grau de abertura da corrente do Brasil. “Em 2022, a gente teve um valor de exportações superando os US$ 9 bilhões e também US$ 9 bilhões para as importações, o que coloca o Estado na 11º primeira posição no ranking dos estados que mais exportam, e em 9º entre os que mais importam”, explicou.

Confira o vídeo completo:

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA