24.9 C
Vitória
sexta-feira, 24 maio, 2024

Deputada defende Michelle Bolsonaro de repercussão negativa

Deputada mato-grossense saiu em defesa de Michelle após episódio envolvendo prótese ocular da parlamentar

A deputada federal Amália Barros (PL-MT) saiu em defesa de Michelle Bolsonaro, após a ex-primeira-dama pedir para a parlamentar retirar a prótese ocular antes de discursar no evento do PL Mulher, em João Pessoa (PB), no sábado, 15. A parlamentar afirmou, nesta segunda-feira, 17, que não se sentiu constrangida com a solicitação da ex-primeira-dama.

“A minha relação com a Michelle é uma relação de amizade, de intimidade. Tirar a minha prótese nunca vai me constranger”, disse Amália em um vídeo publicado na rede social depois da repercussão negativa do episódio.

- Continua após a publicidade -

Amália ainda afirmou que retirar a prótese reforça sua função política. “Eu tiro a minha prótese todos os dias e alguns dias várias vezes ao dia. Isso não é um problema para mim. Tirar a minha prótese e me aceitar do jeitinho que eu sou me faz ter mais forças para lutar pelas pessoas que estão passando pelo que eu já passei. Eu me acho linda assim ó, sem prótese. Com prótese e sem prótese”, disse.

No evento, no sábado, 15, Michelle disse que amava ver a deputada sem a prótese. “Ela vai contar agora pra vocês o porquê de ela ser uma mulher que faz acontecer. Mas eu quero você sem prótese. Eu amo vê-la sem prótese, gente. Eu sei que o seu trabalho é esse, amiga. Deixa eu segurar seu olho”, disse a ex-primeira-dama, enquanto guardava o objeto no bolso.

Após atender ao pedido da ex-primeira-dama, a parlamentar disse que cenas como essas são normais entre as duas. “Ela sempre faz isso comigo e eu ainda não aprendi a já vir sem prótese”, afirmou. Michelle e Amália ocupam, respectivamente, a presidência e a vice-presidência do PL Mulher, núcleo da sigla focado em incentivar candidaturas femininas e discutir políticas favoráveis às mulheres.

Quem é Amália Barros?

Jornalista de formação, Amália começou sua carreira política em 2022 quando foi eleita deputada federal pelo Mato Grosso com 70 mil votos. Filiada ao Partido Liberal, a parlamentar assumiu a vice-presidência do PL Mulher em abril de 2023, após convite da ex-primeira-dama e presidente do grupo.

Amália perdeu a visão aos 20 anos após contrair toxoplasmose, uma infecção causada pelo protozoário parasita que pode ser encontrado em fezes de gato e em alimentos contaminados. A doença pode resultar em cegueira, o que foi o caso da deputada. “Eu dormi enxergando e acordei cega. Foi da noite para o dia, literalmente”, disse a parlamentar durante evento do PL Mulher. Com informações de Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA