23.8 C
Vitória
sexta-feira, 3 dezembro, 2021

Crianças recebem brinquedos produzidos em unidade prisional

Mais de 300 crianças que fazem tratamento de saúde ou que são inseridas em projetos sociais na Grande Vitória receberam os brinquedos produzidos por internos da Penitenciária Agrícola do Espírito Santo

Por Munik Vieira

A entrega foi realizada por uma equipe de servidores da Secretaria da Justiça (Sejus), e por dois internos que cumprem pena em regime semiaberto, participantes do projeto. No Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória, em Vitória, cerca de 150 crianças puderam receber bonecos de pano, carrinhos e jogos educativos em madeira, durante a entrega realizada nessa quarta-feira (13).

Importante iniciativa

Luciana Franco Ribeiro, mãe do Enzo, de dois anos, disse que a entrega tem um grande significado. “Ver meu filho receber um presente como esse me deixa muito feliz por ser uma oportunidade dupla. É uma realização tanto para quem confecciou os brinquedos quanto para nós, que recebemos esse gesto de carinho”, disse Luciana.

Taynara Vasconcelos, mãe do pequeno Yan, de apenas um ano, não conteve a emoção ao ver o sorriso do filho ao receber o presente. “Não tenho palavras para descrever esse momento. Como mãe, só de ver o olhinho do meu filho brilhar ao pegar o carrinho, já me deixa realizada”, afirmou.

A diretora do Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória, Graziela Salaroli, ressaltou a importância das doações como um auxílio na recuperação das crianças que fazem tratamento na unidade. “São crianças que enfrentam um momento difícil diante de quadros graves da doença e, receber essa entrega, impacta de forma muito positiva no processo de recuperação. Traz esperança e alegria para as crianças e suas famílias”, pontuou.

Sobre o projeto

A diretora da Penitenciária Agrícola, Leizielle Marçal, explicou que o projeto foi implantado em agosto de 2016 e, desde então, vem produzindo brinquedos para doação às crianças. “As doações ocorrem durante todo o ano, especialmente, no Dia das Crianças e no Natal. O projeto tem foco na profissionalização dos internos. Muitos saem da unidade como marceneiros e em condições de montar seu próprio negócio. É uma iniciativa que promove a ressocialização e o espírito solidário”, destacou Leizielle Marçal.

O interno Eurico Junqueira Junior ajudou na distribuição dos presentes. Ele, que participa da Fábrica dos Sonhos construindo carrinhos e jogos de madeira, conquistou sua liberdade nesta semana. Para ele, participar do projeto mudou a sua vida.

“Foi na Fábrica de Sonhos que tive a oportunidade de ver a vida de uma forma diferente. Veio como um presente de Deus. Apesar da minha família sempre trabalhar com marcenaria para sobreviver, foi no projeto que tive noção de fabricação e montagem desses brinquedos. Tanto, que agora, ao conquistar minha liberdade, já tenho planos de abrir minha própria marcenaria, onde vou continuar a construir brinquedos para futuras ações como essa. Trabalhamos com muito amor e nosso pagamento é ver o sorriso dessas crianças”, frisou.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade