24.4 C
Vitória
sábado, 4 dezembro, 2021

Empresa capixaba celebra 10 anos e prevê faturamento de R$ 680 milhões

Placas do Brasil é referência na produção de painéis de MDF revestidos, 100% sustentáveis e com clientes atendidos em 25 estados do Brasil.

Por Mariana Ferreira

Localizada no município de Pinheiros, norte do Estado do Espirito Santo, a Placas do Brasil está comemorando 10 anos de formação. Desde o início, a indústria prioriza florestas de eucalipto 100% renováveis em uma área total de 665 mil m², com cerca de 200 mil m² de área construída de planta fabril. Com equipamentos de alta tecnologia, a empresa tem a capacidade de produzir 30 mil m³ por mês de painéis de MDF naturais e, 12 mil m³ por mês de painéis de MDF revestidos.

Atualmente, a empresa atende clientes de 25 estados do Brasil e, emprega mais de 300 colaboradores, participando assim do desenvolvimento econômico de toda a região.

Para 2021, a previsão é que a Placas do Brasil tenha um faturamento de R$ 680 milhões.

História

Em 2011, o Presidente do Conselho de Administração, Luis Soares Cordeiro viu a oportunidade de criar um negócio de MDF em terras capixabas. Para tanto, o empresário reuniu um grupo de pessoas a fim de investir no mercado capixaba com o objetivo de atender à demanda carente de suprimentos de matéria prima local. Para tanto, foram investidos R$ 600 milhões de reais.

Cordeiro participou também de uma reunião do Sindicato das Indústrias da Madeira e Móveis (Sindimol) da cidade e, percebeu a insatisfação dos membros do sindicato quanto à questões de fornecimento de MDF no Espirito Santo. Além de existir uma carência na logística de materiais.

A partir de junho de 2018, a empresa começou realmente a produzir os materiais. Segundo Cordeiro, foram necessários 7 anos para estudar a metodologia do projeto, base florestal de eucalipto, montar a fábrica e assim começar a produção.

Para o futuro, a meta da Placas do Brasil é “duplicar a sua capacidade de produção, consolidar no mercado e ser reconhecida como a melhor empresa de MDF do Brasil”, destaca Cordeiro.

 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade