20.5 C
Vitória
domingo, 14 DE julho DE 2024

Cooperativas investem em cultura e colhem benefícios fiscais e sociais

Cooperativas destinam milhões a projetos culturais, gerando benefícios fiscais e impactando positivamente as comunidades

Partindo do princípio cooperativista de se preocupar com a comunidade, diversas cooperativas têm investido em projetos culturais que visam gerar bem-estar e desenvolvimento socioeconômico nos territórios em que atuam.

Iniciativas como o Circuito Unimed, que já promoveu mais de 90 espetáculos durante 16 anos de realização, e os projetos apoiados pelo Sicoob, fortalecem o vínculo com a comunidade e também permitem a renúncia fiscal, que estimula o investimento privado em ações sociais.

- Continua após a publicidade -

Com incentivo fiscal da Lei Rouanet, mecanismo que permite destinar parte do Imposto de Renda para projetos culturais, sociais, educacionais e esportivos por meio de Renúncia Fiscal, o Instituto Unimed Vitória destinou mais de R$ 5,34 milhões para projetos de promoção da saúde de forma integrada. Desta quantia, mais de R$ 1,4 milhão foi aplicado em iniciativas culturais.

Cooperativas investem em cultura e colhem benefícios fiscais e sociais
Filarmônica de Mulheres é uma das primeiras orquestras do Brasil composta exclusivamente por musicistas – Foto: Reprodução/ Instagram @filarmonicademulheresdoes

A Gerente Socioambiental da Unimed Vitória, Milene Mello destacou que a previsão de investimento em 2024 é equiparada ao último ano.

“A cultura promove o bem-estar e a melhoria da saúde mental por meio de projetos de lazer e educacionais. No caso do circuito Unimed, além de trazer peças de outros estados também são promovidas espetáculos daqui de companhias do Estado, com isso é possível beneficiar a cadeia produtiva e a economia local e promover o acesso à cultura e lazer”, explica a Gerente Socioambiental da Unimed Vitória, Milene Mello.

A cooperativa também apoia projetos de Coral para adultos e infanto juvenil, abertos ao público geral, Orquestra Filarmônica de Mulheres, iniciativas como “A Turma do Doutor Unimed’, que leva palhaçaria para humanizar os ambientes hospitalares, asilos e instituições infantis, entre outras atividades culturais e educacionais.

Cooperativas investem em cultura e colhem benefícios fiscais e sociais
A cantora Ângela Roro foi atração do Festival de Cinema de Santa Teresa, apoiado pelo Sicoob em 2023 – Foto: Reprodução/Facebook Fecsta

“Muitos desses projetos ocorrem em áreas de vulnerabilidade social e levam oportunidades de acesso que transformam vidas”, ressalta a Gerente Socioambiental da Unimed Vitória

Outro exemplo é o Sicoob, que investiu quase R$ 10 milhões em 2023 em projetos de educação financeira, saúde, e cultura. Sandra Kwak, diretora de Recursos Humanos e Sustentabilidade do Sicoob ES, ressalta que o investimento social faz parte do DNA da cooperativa, sendo alinhado com o princípio cooperativista de interesse pela comunidade.

“Nosso propósito é conectar pessoas para promover justiça financeira e prosperidade. Melhorar o entorno é o retorno que esperamos”, afirma a diretora de Recursos Humanos e Sustentabilidade do Sicoob ES.

Entre os projetos apoiados pelo Sicoob estão a construção de um curta-metragem em São Mateus e o Festival de Cinema em Santa Teresa, ambos financiados pelo Edital do Bacoob. Sandra Kwak explica que o investimento contínuo em ações sociais e culturais fortalece a sustentabilidade da cooperativa e impacta positivamente os cooperados.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

FIQUE POR DENTRO

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -