21.9 C
Vitória
domingo, 28 novembro, 2021

Universidades ajudarão estudantes a controlar a obesidade

A intenção do projeto é promover ações de prevenção, diagnóstico e tratamento da obesidade no SUS

O governo federal, por meio do Ministério da Saúde, vai incentivar as universidades a estimularem os estudantes a garantir a vigilância do peso. A intenção é criar programas que promovam o cuidado com a obesidade.

Para isso, o ministério pede que as universidades públicas e privadas desenvolvam projetos com ações de prevenção, diagnóstico e tratamento da obesidade no Sistema Único de Saúde (SUS).

Segundo a Agência Brasil, serão disponibilizados R$ 10 milhões para 27 universidades que deverão destinar o valor para o desenvolvimento de pesquisa, extensão e formação de trabalhadores na atenção básica, nível de atenção, com capacidade para resolver 80% dos problemas de saúde.

Será lançado um edital com todas as regras do programa, que devem ter duração de dois anos, contados a partir da data de assinatura da proposta, além de obedecer a requisitos técnicos descritos no documento.

As informações estarão disponíveis no site Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) até o dia 16 de setembro de 2018.

Recursos

Os recursos serão distribuídos de acordo com as análises geográficas e socioculturais. O Espírito Santo, por exemplo, receberá até R$250 mil para a realização do projeto. Acre, Amapá, Alagoas, Roraima, Rondônia, Sergipe e Distrito Federal receberão o mesmo valor.

Instituições do Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Goiás, Pará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul receberão até R$ 350 mil. Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Piauí,  Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Paraná terão disponíveis até R$ 500 mil.

 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade