19.9 C
Vitória
sábado, 8 agosto, 2020

Transforme seu negócio para se adaptar à Nova Economia

Mais Artigos

Roleta russa na educação

Em Vitória, a Câmara de Vereadores discute a proibição da volta às aulas nas redes pública e privada, enquanto vigorar o decreto de calamidade pública devido à Covid-19

Dividendos “isentos” são taxados em 34%

No Brasil, com mais de 60 tributos federais, estaduais e municipais, uma empresa gasta, em média, 62,5 dias ou 1.501 horas ao ano para pagar impostos

LAVA JATO: correção de rumos ou ataque frontal?

O tabuleiro da política nacional incorporou no jogo os resultados da Operação Lava Jato, isso é inegável

A reforma tributária no Congresso Nacional

A reforma tributária é dos temas mais complexos a ser abordado pelos parlamentares

 

O mundo está mudando definitivamente

Por Valeria Effgen

É inevitável pensarmos em como será o desfecho deste período histórico da nossa sociedade. Tenho certeza de que todas as personalidades, influenciadores, pensadores, políticos, pesquisadores e toda a ordem de profissionais passa dia e boa parte da noite envolto nesta temática.

Uma coisa é consenso entre todas as opiniões. O mundo está mudando definitivamente.

Esta mudança definitiva se dá no contexto geral e abrange todas as relações humanas, sejam elas pessoais, profissionais, espirituais e de qualquer outra natureza que se possa identificar.

Mesmo quando as autoridades anunciarem o fim da pandemia, haverá, certamente, um resíduo do medo de estar em locais de muita aglomeração de pessoas. Infelizmente esta situação continuará impactando nossas vidas por muito tempo.

Portanto se torna indispensável a tomada de algumas ações para que seu negócio tenha perenidade.

Precisamos adotar algumas premissas aqui:

  • O patamar de consumo de antes da pandemia pode nunca retornar;
    Demorará um longo tempo para que as pessoas voltem a ter os mesmos impulsos de consumo;
  • O medo continuará mesmo com (e se) o fim da pandemia;
  • Algumas atitudes pessoais, como segurança, higiene e cuidados com a saúde não retrocederão e ainda tendem a aumentar.
  • Como consequência deste cenário as pessoas, naturalmente estão percebendo que não precisam circular tanto, que muitas profissões podem trabalhar remotamente, que precisam sair menos de suas casas e que, obviamente, não precisam de consumir tantas coisas que não atendem as necessidades básicas.

Isto significa que alguns segmentos serão mais impactados que outros. Coloco na lista dos mais impactados os de consumo supérfluo como vestuário, acessórios, toda a gama de moda, produtos de beleza, turismo, escolas físicas, entre outros.

Na economia do futuro as pessoas ficarão menos tempo em atividades de manutenção de suas vidas e mais tempo em atividades de desenvolvimento e crescimento pessoal, afinal elas não sairão com tanta frequência das suas casas, e, cá entre nós, assistir filmes e séries tem um certo limite.

Para promover a adequação do seu negócio é necessário pensar em como as pessoas passarão a consumir e não em tentar empurrar para elas seu produto do jeito que ele sempre foi. Entende o ponto?

Por exemplo:
Se você tem uma fabricação de roupas de última moda e antes da pandemia você focava em roupas fashion que serviam para as pessoas saírem de casa, talvez deva substituir por modelos que gerem mais conforto para que as pessoas usem no ambiente de sua casa.

O ponto mais importante que você deve considerar é que, a renda de uma forma geral está sendo reduzida e não será possível resguardar as mesmas margens que você tinha antes. Até porque, com as mudanças de consumo, seus custos também tendem a cair.

Outro exemplo:
Se você tem um restaurante que agora está apostando em delivery (estou considerando aqui que você fez este ajuste básico no seu modelo de negócio), precisa avaliar a manutenção da sua estrutura física atual. Talvez seja mais vantajoso investir totalmente em delivery e ter uma cozinha “fantasma”, ou seja, uma estrutura que não tem o custo de atendimento que, convenhamos, é o mais caro em um restaurante.

Com esta ação você pode ter mais foco no seu novo modelo de negócio e, com menores custos, oferecer preços melhores.

O que temos visto hoje em dia são os restaurantes refletindo sua tabela de preço nos aplicativos de entrega, sem ajuste nenhum de preços. Esta ação pode até gerar uma antipatia no cliente, pois ele sabe que você não tem os mesmos custos quando vende no sistema de entrega.

A economia do futuro requer empatia por parte dos atores do seu palco.

Para que este texto não fique demasiadamente longo, vou colocar aqui alguns pontos práticos para que você avalie sua atuação neste mercado que está longe de ter sua normalidade de volta:

  • Considere ajustar seus preços, lucrar menos para que seu negócio tenha sustentabilidade e perenidade.
  • Tente implantar alguma redução de custos dentro do possível. Renegociar contratos com seus funcionários pode ser uma boa opção;
  • Foque em produzir o que as pessoas mais precisam de consumir;
  • Faça pesquisa junto aos seus clientes e entenda suas expectativas, demandas e limitações;
  • Desenvolva e adeque sua oferta de produtos;
  • Tenha uma postura de resolver a demanda do seu cliente;
  • Não seja incisivo, querendo que todos comprem aquilo que você quer oferecer, apenas por não querer planejar e ajustar seu negócio.
  • Fazer ajustes dá trabalho mesmo, mas eles são totalmente necessários em todos os momentos, principalmente neste atual no qual todos estão inseguros e sem ter como prever o futuro.

Para que seu negócio sobreviva, se sustente e até cresça o primeiro passo é renunciar à vaidade de querer fazer o que você tem em mente e pensar no que seu cliente tem em mente.

Empreender, em última instância, é resolver problemas e demandas. Temos agora em 2020, por motivos de força maior, a oportunidade de voltarmos a praticar o empreendedorismo na sua essência.

Podemos aproveitar e permitir que esta essência transforme nossas empresas, nossa sociedade e, claro, nos transforme em pessoas melhores.

Valeria Effgen é escritora e fundadora do viabilize.app – software para desenvolvimento de plano de negócio online.

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Balança comercial tem superávit de US$ 8,060 bilhões em julho

O resultado de julho foi mais do que o dobro registrado no mesmo mês do ano passado, quando foi positivo em US$ 2,391 bilhões

Educação é a maior despesa dos municípios capixabas

Levantamento da 26ª edição do anuário Finanças dos Municípios Capixabas, da Aequus Consultoria, publicado em julho de 2020, traz um apanhado detalhado da gestão...

Iluminação de Vila Velha: confira resultado do leilão

O parque de iluminação pública de Vila Velha (ES) será ampliado e modernizado pelo Consórcio SRE – IP Vila Velha, pelos próximos 20 anos.

Dia dos Pais: 47,8% das pessoas comprarão presentes on-line

De acordo com uma pesquisa, 57,6% das pessoas entrevistadas pretendem celebrar o Dia dos Pais; 21,5% ainda estão na dúvida sobre comemorar ou não.

Vida Capixaba

Dia internacional da cerveja: mulheres ganham cada vez mais espaço

Apesar de ainda sofrerem preconceito, mulheres estão cada vez mais conquistando espaço no meio cervejeiro. A data é comemorada sempre na primeira sexta-feira de agosto,...

Curso gratuito de gestão

Empresa de tecnologia lançou o treinamento para formação de gestores com foco ERP devido a carência de bons gestores com capacidade para desenvolver o...

Espaço Baleia Jubarte reaberto

O Projeto Baleia Jubarte e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, junto com o Projeto TAMAR, prepararam um protocolo de segurança específico para o Espaço Baleia Jubarte e Centro de Visitantes

Novas pinturas do Homero Massena são descobertas

Uma equipe que trabalha na reforma e conservação do Museu Homero Massena, teve uma supresa! Por trás de várias camadas de tinta de uma...