23.3 C
Vitória
quarta-feira, 24 abril, 2024

Locação de carros por assinatura cresce 16,4% em setembro

Grupo Contauto lança no Espírito Santo o serviço de carros por assinatura por um período a partir de um ano

Por Amanda Amaral

A frota de veículos das empresas brasileiras de locação, destinada para assinatura, registrou crescimento de 16,4%, entre janeiro e setembro deste ano. Ao final de 2021, o volume locado nessa modalidade era de aproximadamente 91 mil automóveis, diante de mais de 106 mil ao final de setembro de 2022.

- Continua após a publicidade -

Diante dos números do levantamento da Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (Abla), a qual destaca que os números não incluem a frota de montadoras que também já oferecem o serviço, o Grupo Contauto iniciou sua oferta de serviços de carro por assinatura há dois meses.

“Trata-se de um nicho relativamente novo no aluguel de carros, mas que inegavelmente tem chamado a atenção de quem valoriza mais o uso que a posse. O cliente acabou descobrindo, experimentando e aprovando benefícios extras como os de deixar de ter preocupação e gastos com seguro, manutenção, revisões, tributos e, principalmente, com os desgastes que tinha na hora de vender o próprio carro”, afirmou o diretor da Contauto, Apolo Figueiredo Rizk.

Desburocratização

Neste modelo, em vez de comprar o carro, o cliente faz uma assinatura por um período a partir de um ano, de acordo com o Grupo. As mensalidades costumam incluir, além do veículo, as despesas com seguro, impostos, revisões e manutenções programadas.

Trabalhando no ramo da aviação, o casal João Lima, 38 anos, e Daniela Caixeta, 32, optaram pela assinatura de veículo há três anos. A desburocratização foi uma das principais razões pela opção. “Só temos que nos preocupar em abastecer e lavagem do veículo, isso garante muita praticidade. Além disso, pagamos no cartão de crédito, o que gera pontos. Para nós, que trabalhamos viajando é uma vantagem muito grande. Não precisamos nos preocupar com revisão ou pagamento de IPVA”, segundo eles.

carros por assinatura
Diretor da Contauto, Apolo Rizk explica que os modelos movidos a energia tem um custo 70% menor em relação às manutenções. Foto: Divulgação

Carros elétricos

Os carros elétricos também ganham cada vez mais espaço no mercado, inclusive no Brasil. Em algumas cidades, os carregadores instalados em estradas, postos de combustíveis, shoppings, estacionamentos e supermercados estão cada vez mais disputados.

“Além da redução de custos com combustível, os donos de carros elétricos economizam na manutenção. Modelos movidos a energia apresentam um custo 70% menor em relação às manutenções, principalmente porque contam com apenas 20% do total de peças em comparação aos carros movidos a combustíveis fósseis”, disse Apolo.

Veículo aéreo pessoal

Os carros voadores, que só existiam nos desenhos animados e filmes, agora já são uma realidade e podem chegar ao mercado mais cedo do que se esperava. Em 2021, um protótipo do veículo aéreo pessoal — chamado de PAL-V (Personal Air Landing Vehicle) — foi apresentado no Paramount Miami Worldcenter, na Flórida. Outros testes com protótipos estão sendo feitos.

“O que projetávamos há anos já é realidade. Algumas marcas já anunciaram planos para ter linhas inteiras eletrificadas ou, no mínimo, híbridas nos próximos anos. Enquanto isso, os países correm para instalar a infraestrutura necessária para fazer uma mudança dessas avançar e passar a ser a norma no mercado automotivo”, finalizou Apolo.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA