23.7 C
Vitória
quinta-feira, 28 maio, 2020

Captura e comercialização de caranguejos estará proibida a partir de hoje

Leia Também

Governo e instituições firmam parceria e restauram 20 respiradores

Os respiradores consertados serão levados às unidades hospitalares de referência no tratamento da Covid-19. Segundo o governo do Estado, a restauração dos equipamentos não gerou custos administrativos.

Maia diz que auxílio emergencial deve ser prorrogado, mas teme redução de valor

O presidente da Câmara dos Deputados afirmou que há um embate explícito dentro do governo, e do próprio Parlamento, entre priorizar investimentos públicos e privados.

Orquestra Sinfônica Sul Espírito Santo realizará apresentações on-line

A primeira apresentação da série "[email protected] Sinfônica In Live", será na próxima quinta-feira (04), a partir das 20h, pelas mídias sociais do projeto social Casa Verde.

Bolsonaro sanciona socorro a Estados e municípios e veta reajuste a servidores

O presidente vetou, entre outros artigos, o que blindava categorias do funcionalismo público do congelamento de reajustes salariais até o fim de 2021.

A cata e a comercialização dos caranguejos-uçá estará proibida a partir desta terça-feira (28), inclusive o que for proveniente de outros estados, e se estende até a próxima segunda-feira (03) em todo o território do Espírito Santo. Este processo faz parte da andada, a terceira etapa de desenvolvimento do crustáceo.

Ainda neste ano, nos meses de outubro e novembro, começará o período de defeso, que é a troca da carapaça do caranguejo. A proibição é necessária para preservação da espécie e desenvolvimento do animal.

A coordenadora de fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente de Vitória, Priscila Ligia Alvarino, informou que “a preservação do caranguejo é importante para que a espécie não entre em extinção”.

Além disso, a coordenadora reforça que a proibição ajuda a manter a quantidade de caranguejos, que é fonte de sustento de muitos catadores que dependem da venda regulamentada dos animais para garantir a renda familiar.

Abordagens

Nos dois primeiros períodos do ciclo reprodutivo do crustáceo – 28 de janeiro a 04 de fevereiro e 27 de fevereiro a 05 de março, equipes da Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmam) realizaram uma intensa programação de visitas e abordagens educativas nos quiosques da Curva da Jurema e Camburi, bares, restaurantes e também em escolas de ensino infantil e fundamental da Grande Goiabeiras.

Agentes de Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmam) fizeram abordagens nos estabelecimentos e escolas

Ao todo, foram abordadas 3.480 pessoas e visitadas seis escolas da rede municipal de ensino. Nas abordagens, os técnicos orientaram a respeito da importância de não acontecerem a cata e a comercialização dos crustáceos durante a andada, visando, principalmente, proteger a espécie, excluindo riscos de extinção.

De acordo com a portaria nº 52/2003 do Ibama, o crustáceo volta a ser protegido por legislação federal e os infratores, que forem flagrados capturados, comercializando ou consumindo o animal durante a andada será encaminhado para a Delegacia de Crimes Ambientais e sofrerá as penalidades, que podem ser pagamento de multas e até prisão.

Priscila ressalta que é importante que haja cooperação da população neste momento. “Neste período, é de suma importância que a população nos ajude a fiscalizar, pois vários pontos podem comercializar o crustáceo e esta prática é ilegal”, frisou.

Acasalamento

A andada é a época em que o crustáceo faz o acasalamento e a desova, o que o torna uma presa fácil para os catadores. Por isso, é necessário respeitar o tempo de reprodução para que o ecossistema manguezal não seja prejudicado.

Na andada, é proibido capturar, manter em cativeiro, fazer o transporte, beneficiamento, armazenamento e consumir ou comercializar o caranguejo uçá. A proibição está embasada na portaria Seama nº 012-R, de 28 de dezembro de 2016.

Após a fecundação, a fêmea carrega externamente em seu abdome uma massa de ovos (bolsa ovígera); as larvas são liberadas na água e crescem no manguezal, tornando-se adultos em aproximadamente sete anos, alcançando o tamanho de 5 a 6 cm.

Denúncias

As denúncias podem ser feitas no Fala Vitória 156 e também na Polícia Ambiental, por meio do telefone 3636-0173, e no Iema, pelo telefone 3636-2597.

Fonte: Prefeitura Municipal de Vitória (PMV)
Crédito fotos: Ciência Hoje / Divulgação Semmam

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

esbrasil_176
Continua após publicidade

Fique por dentro

Pesquisa revela que o empresas capixabas de TI apostam na superação da crise causada pela pandemia

O foco foi identificar as principais dificuldades, sugestões e expectativas diante os desafios que a pandemia, provocada pela Covid-19, impôs ao mercado de tecnologia do Espírito Santo.

Marcos Troyjo é eleito presidente do Banco do Brics

Troyjo sucederá o indiano Kundapur Vaman Kamath, primeiro a comandar o NDB, criado na reunião de cúpula do Brics de Fortaleza, em 2014

Aneel tenta reduzir reajustes tarifários para ex-distribuidoras da Eletrobras

Os contratos de concessão dessas distribuidoras, que foram vendidas em leilões realizados há dois anos, previa a possibilidade de que os novos operadores pedissem Revisão Tarifária Extraordinária (RTE) para reconhecer os investimentos realizados na área de atuação das empresas

Com crise, mercado financeiro projeta rombo fiscal recorde este ano

Dados divulgados nesta segunda-feira, 25, pelo Banco Central mostram que a expectativa de déficit primário do setor público para o ano subiu de 7,80% para 8,00% do Produto Interno Bruto (PIB).

Vida Capixaba

Golden Tulip Porto Vitória inaugura espaço exclusivo para lives

O objetivo é disponibilizar infraestrutura tecnológica de ponta para encontros virtuais, como shows e transmissões corporativas, além de ensaios de grupos musicais. 

“Blitz do Bem” entrega kits de limpeza e máscaras, na Serra

Nesta quarta-feira (27), uma equipe do Departamento de Operações de Trânsito (DOT), em parceria com a Guarda Civil Municipal e a Secretaria de Saúde do município, distribuiu kits de limpeza e máscaras de proteção.

Observatório online ajuda a fortalecer a gastronomia regional

Com coordenação e execução da instituição, o Observatório busca realizar ações de pesquisa e de documentação sobre as cadeias produtivas, os sistemas alimentares, e demais temas referentes à culinária.

Robô virtual de Vila Velha oferta cursos gratuitos pelo Whatsapp

O primeiro curso divulgado é o “Empreenda Vila Velha Digital”, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec).
Continua após publicidade