27.7 C
Vitória
terça-feira, 30 novembro, 2021

Capixabas poderão contribuir com novo diagnóstico da bacia do Rio Doce

Usuários de água da porção capixaba do rio Doce poderão contribuir com novo diagnóstico da bacia a partir desta sexta-feira (12)

Por Wesley Ribeiro

Os resultados do novo diagnóstico da bacia hidrográfica do rio Doce, levantados durante a atualização do Plano Integrado de Recursos Hídricos da Bacia do Rio Doce (PIRH Doce), serão compartilhados com a população capixaba, a partir desta sexta-feira (12). O compartilhamento será realizado por meio de oficinas virtuais coordenadas pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) e a empresa Engecorps Engenharia.

As oficinas serão voltadas para os principais segmentos usuários de água da região, membros dos Comitês de Bacias Hidrográficas (CBHs) dos rios afluentes do rio Doce, na porção capixaba, e para os membros do CBH Doce.

Dentre os principais temas que serão discutidos nos encontros virtuais, estão os balanços hídricos quantitativos, destacando as áreas críticas; a relação dos principais programas em andamento na bacia, e os estudos prévios para o Enquadramento, incluindo a identificação dos usos preponderantes atuais dos recursos hídricos por trechos dos cursos d’água.

Com os debates, a equipe de desenvolvimento do novo PIRH Doce busca obter contribuições para esses temas, especialmente para a identificação de áreas críticas com relação ao balanço hídrico, complementação dos programas em andamento e a consolidação dos usos atuais das águas superficiais da bacia.

As oficinas são realizadas de acordo com a divisão da bacia por Unidades de Análise, desde a cabeceira até a foz do rio Doce. Em Minas Gerais, elas estão acontecendo desde o dia 04 de novembro e, nesta semana, chegam ao Espírito Santo (Baixo Doce), abrangendo 28 municípios capixabas, sendo 19 com área total na bacia.

Oficinas de Consolidação do Diagnóstico

No Estado, serão realizadas três oficinas virtuais, uma para cada unidade de análise. Duas acontecem já nesta sexta-feira (12) e a terceira ocorrerá na próxima terça-feira (16). Os interessados em participar devem se inscrever no encontro referente à região em que atuam. Os encontros serão feitos pela plataforma Google Meet.

Veja a seguir:

  • Oficina da Unidade de Análise 7 (UA 7): Bacias dos rios Guandu, Santa Joana e Santa Maria do Doce

Horário: das 8h30 às 12h30

Inscrições: https://forms.gle/wg7cjtoG8tRYT5FX7

Plenária inicial: Link para o Google Meet (acesse no horário da oficina)

  • Oficina da Unidade de Análise 8 (UA 8): Região hidrográfica do Pontões e Lagoas do rio Doce

Horário: das 14h às 18h

Inscrições: https://forms.gle/TrtEFypvDfb2LGSW7

Plenária inicial: Link para o Google Meet (acesse no horário da oficina)

Terça-feira (16)

  • Oficina da Unidade de Análise 9 (UA 9): Região Hidrográfica do Barra Seca e Foz do rio Doce

Horário: das 8h30 às 12h30

Inscrições: https://forms.gle/nxHFGT5pm6eez23r6

Plenária inicial: Link para o Google Meet (acesse no horário da oficina)

 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade