25.5 C
Vitória
sábado, 18 maio, 2024

Caixa espera proposta do Corinthians por dívida da Neo Química

Em 2013, o Timão um fez empréstimo de R$ 400 milhões durante a construção do estádio. Desde então, os valores passaram por juros e correção

O presidente da Caixa Econômica Federal, Carlos Vieira, disse aguardar uma posição do Corinthians para a quitação da dívida da Neo Química Arena. Em entrevista ao portal Poder360, ele revelou que as negociações foram retomadas mas espera uma posição do clube.

“Na realidade, o Corinthians não apresentou concretamente uma proposta. Estamos numa fase de diálogo com eles para encontrar um melhor termo de quitação dessa dívida”, afirmou o dirigente da Caixa.

- Continua após a publicidade -

Em 2013, a caixa emprestou R$ 400 milhões para o Corinthians no processo de construção do estádio. Desde então, os valores passaram por juros e correção monetária e o montante da dívida agora supera os R$ 700 milhões.

“Estamos retomando um processo de negociação para que a gente encontre um mecanismo para liberar o estádio, dar a sua garantia, desde que a dívida seja quitada com a Caixa. Temos algumas premissas e modelos de negócios que o Corinthians está avaliando”, afirmou Vieira.

Uma tentativa de acordo foi feita pela gestão de Duílio Monteiro Alves. O clube ofereceu um pagamento de R$ 531,5 milhões para quitar os débitos. O dinheiro viria de um repasse da Hypera Pharma, detentora dos naming rights do estádio além de créditos que seriam adquiridos em contratos de Fundo de Compensação de Variações Salariais. A oferta foi considerada inviável.

Na entrevista, ele também falou sobre o Flamengo, que vem mantendo contatos para contar com o apoio da Caixa na construção de um estádio na área do Gasômetro, zona portuária do Rio de Janeiro.

Ao tratar do assunto, Vieira classificou o estágio das negociações como “preliminar para encontrar os termos de interesse comum” e disse que existe um entendimento do banco para avaliar o valor do terreno desejado. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA