20.8 C
Vitória
sexta-feira, 10 abril, 2020

Avançar onde o País está na fronteira

Leia Também

Número de casos confirmados por coronavírus no ES sobe para 300

Destes, 41 pacientes já estão curados, 202 estão em isolamento residencial e 50 estão internados, sendo 33 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

‘Eu teria cortado a cabeça dele’, diz Onyx sobre Mandetta

Em conversa divulgada pela CNN Brasil, Onyx diz que não fala com Mandetta há dois meses e que, se estivesse na cadeira do presidente Jair Bolsonaro, teria "cortado a cabeça" dele.

Preços de combustíveis caem consideravelmente no Estado. Entenda!

Há mais de 30 dias, os postos de combustíveis operam com valores mais baixos. A redução chega a ser de R$ 0,60 em alguns locais do Espírito Santo.

Brasil tem 941 mortes e mais de 17 mil infectados pelo novo coronavírus

Dessa quarta-feira (08), para a quinta, foram 141 óbitos. No total, 941 pessoas foram vítimas da doença no país.

Embrapa e Petrobras são patrimônio da Nação e precisam ser vistas como importantes instrumentos para o desenvolvimento do País. A pesquisadora Alice Amsden identifica industrialização tardia como uma forma particular de desenvolvimento. Contrariamente ao ocorrido na Inglaterra, nos EUA e na Alemanha, os que vieram depois transformaram suas estruturas produtivas utilizando tecnologias emprestadas.

Observadas as especificidades de cada país, esse foi o caso da industrialização retardatária na Índia, na Coreia do Sul e no Brasil. Em cada um deles, a tecnologia foi tomada emprestada diretamente através da atração de empresas transnacionais – o caso brasileiro; indiretamente por meio da adaptação local do que já existia no exterior – o experimento indiano; ou a partir de transferência tecnológica com a sua adoção sendo feita por empresas locais – a experiência sul-coreana. Na sequência, os três países buscaram modos de desenvolver processos e produtos novos e/ou velhos de forma nova. Software sob encomenda, na Índia; eletroeletrônica, na Coreia; agricultura intensiva em conhecimento e exploração de gás e petróleo em águas profundas, no Brasil, ilustram casos bem-sucedidos nos três retardatários.

A experiência brasileira em capacitação científica, tecnológica e inovativa, voltada para a competitividade da agricultura e para a exploração de recursos naturais com crescente demanda internacional, pode ser vista como um avanço com relação ao praticado em outros segmentos da economia. Na maioria deles, prevaleceu a mal adaptada “para que reinventar a roda?”. A agricultura brasileira – seja a do agronegócio a de base familiar, a de autoconsumo ou a de práticas tradicionais – tem na pesquisa, na tecnologia, na inovação gestadas e geridas pelo sistema Embrapa importantes fontes de competitividade e sustentabilidade. É significativo o rol de processos, produtos e serviços executados diretamente pelas unidades da Embrapa na maioria dos estados brasileiros – uma exceção é o Espírito Santo; ou indiretamente por meio de processos interativos com universidades, centros de pesquisa públicos/privados/nacionais/ internacionais.

Os avanços no conhecimento científico e tecnológico promovido pela ação deliberada e sistematizada da Petrobras vão além do caso de sucesso daqueles voltados para
a exploração de gás e petróleo no pré-sal. Em áreas como a de biocombustíveis – principalmente biodiesel e etanol de segunda geração – é de se destacar a liderança da
empresa na montagem de redes de cooperação que colocam o Brasil na vanguarda na produção de energia limpa. Em um mundo caracterizado pelo constante avanço da fronteira do conhecimento, a valorização de experimentos como o da Embrapa e o da Petrobras precisa ser colocada na agenda positiva da política nacional. São patrimônio da nação e devem ser vistas como importantes instrumentos para o desenvolvimento do Brasil. Necessário se faz transformá-los em ativos para uma inserção com maior autonomia nacional na economia do conhecimento e do aprendizado.

Arlindo Villaschi é professor de Economia na Ufes.

Publicidade

ES Brasil Digital

ES Brasil 174
Continua após publicidade

Fique por dentro

Preços de combustíveis caem consideravelmente no Estado. Entenda!

Há mais de 30 dias, os postos de combustíveis operam com valores mais baixos. A redução chega a ser de R$ 0,60 em alguns locais do Espírito Santo.

Comércio apresenta queda recorde em março

No Brasil, o setor registrou uma queda de 16,2% da atividade em relação a fevereiro deste ano. No ES, a queda foi mais de R$ 1,3 bilhão.

Regularização do CPF pode ser realizada on-line

A regularização do CPF foi adotada pela Receita Federal mediante muitas pessoas reclamarem que não conseguiam concluir o cadastro para obter o auxílio emergencial de R$ 600.

Inflação de serviços cai 0,14% no IPCA de março

A inflação de serviços recuou 0,14% em março, já sob influência do fechamento de estabelecimentos em função da política de isolamento social

Vida Capixaba

Dicas para trabalhar bem no isolamento social

Muitas pessoas não cuidam da postura, dos pulsos, e de demais partes do corpo. Veja as dicas de um fisioterapeuta para trabalhar bem durante o home office.

Tempo instável marca o fim de semana na Grande Vitória

Segundo o Incaper, o clima continuará frio e o tempo instável em todo o Espírito Santo. Conrira a previsão para hoje e amanhã!

Festival da Torta Capixaba 2020 em novo formato

O festival vai acontecer de forma online, entre os dias 9 e 12 de abril. Vão participar 31 expositores e nove restaurantes da Ilha das Caieiras.

Filme sobre o novo coronavírus já está pronto. Veja o trailer!

“Corona” é o nome do longa que será lançado em breve.O filme conta a história de sete pessoas presas em um elevador e uma delas está infectada.
Continua após publicidade