22.1 C
Vitória
quarta-feira, 6 julho, 2022

Aporte de até R$ 30 milhões para soluções em hardware e software

A iniciativa é do Bandes por meio de um Fundo de Investimentos e Participações (FIP). Foto: Divulgação/Bandes

As soluções serão selecionadas por meio de processo seletivo do Bandes e a captação é feita pela TM3 Capital

Por Amanda Amaral

Empresas capixabas inovadoras ou startups com base tecnológica podem conseguir aporte de até R$ 30 milhões, caso suas propostas com soluções de hardware e/ou software sejam selecionadas. A captação é feita pela TM3 Capital, que atua com venture capital.

A nova opção de investimentos para os empreendedores capixabas é iniciativa do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), que abre caminho para os interessados se candidatarem por meio de processo seletivo.

Com o nome de “TM3 VC4 FIP Multiestratégia”, o produto é mais um que faz parte de um dos Fundos de Investimentos e Participações (FIP) do banco capixaba, que atua como cotista também em FIPs como Criatec3, Primatec, Seed4Science e Anjo.

Sobre os FIPs

O objetivo de um FIP inclui participar do processo de decisão das companhias nas quais ele investe. Os fundos de investimento em participações também têm como foco investir em empresas com grande potencial de crescimento. Dessa forma, o gestor do fundo, além do aporte financeiro, participa ativamente da gestão da companhia.

Essa modalidade de investimentos utiliza o apoio a negócios, por meio da compra de uma participação acionária, geralmente minoritária, com objetivo de ter as ações valorizadas para posterior saída da operação, em um prazo pré-determinado.

O Funses 1 é vinculado ao Fundo Soberano, que utiliza recursos dos royalties de petróleo e gás. Foto: André Ribeiro/Agência Petrobas

“A qualidade das startups do Estado vem melhorando, e muito, nos últimos anos. Os investidores precisam conhecer os riscos e as estratégias de investimento, mas não há razão para que a sociedade em geral não tenha a oportunidade de apoiar empreendedores e colher os frutos do seu sucesso”, destaca a gerente de Participações do Bandes, Ivone Pontes.

Funses 1

Outro FIP do Bandes é o FIP Funses 1, que é vinculado ao Fundo Soberano do Espírito Santo (Funses), criado com recursos dos royalties de petróleo e gás. A TM3 foi selecionada pelo Governo do Estado para estrutura-lo e geri-lo. A modalidade é de venture capital multiestratégia.

O Funses 1 é o maior da categoria no país, com aporte inicial de R$ 250 milhões, e permite buscar a atração de novos negócios, com emprego e renda para a população. Com o fundo, o Estado pretende acelerar até 500 empresas em cinco anos e investir em, aproximadamente, 100 empresas, por todos os estágios da jornada de desenvolvimento, no mesmo período.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade