27.8 C
Vitória
terça-feira, 2 junho, 2020

Apagão de Liderança

Leia Também

Trabalho presencial retorna na Ales a partir desta quarta (03)

Segundo a Casa, a presença dos servidores estará de acordo com as recomendações das organizações de saúde.

População pode escolher nome do Hospital Materno Infantil da Serra

Encerra na sexta-feira (05), a escolha do nome do Hospital Materno Infantil, que está em fase de conclusão no bairro Colina de Laranjeiras, na Serra.

Cooabriel inaugura unidade em Montanha

O objetivo da nova unidade é atender às grandes solicitações de sócios e produtores, além de expandir a cultura do café conilon na região.

Mais de 14 mil casos confirmados do novo coronavírus no ES

Segundo o “Painel Covid”, administrado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), chegou a 14.285 o número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus no Espírito Santo.

Em tempo de necessidade extrema de direção as gestões carecem de bons líderes

O mundo experimenta a ressaca deflagrada pela transição de paradigmas entre os dois últimos séculos. Se as crises de mercado, valores, política, ambiental, social, financeira e, até espiritual, pareciam o pior, a moderna gestão vem provando o gosto amargo da falta de direção, com a escassez de bons líderes. O desconforto causado pelo sumiço do agente inspirador, que aponta caminhos em tempos sombrios, amplificando o potencial humano, tem feito organizações pagarem preço de ouro por um exemplar da espécie.

A pergunta que não quer calar é: “que fenômeno inibiu a boa liderança?”. Assim como os economistas já não explicam a economia, as áreas de RH não têm respostas para o evento que reduziu “líderes” a “chefes”. Os escritórios estão cheios de repetidores de sinais e raros propositores de novas apostas. O medo parece cultura predominante e reproduzir modelos é a tônica dos que preferem imitar a assumir riscos. Se a criatividade passou a ser sinônimo de custo fixo, independente de seu potencial de inovação e revolução, talvez aí esteja uma boa pista: recursos humanos tornaram-se recursos numéricos. Se a área que identifica, desenvolve e ajuda a manter talentos abusou de sua proximidade com a contabilidade, quem sabe um resgate de sua essência não seja capaz de exumar velhas fórmulas que tem a boa liderança como o expoente das equações de sucesso? Não se fala aqui de um erro proposital, mas de um desvio a ser corrigido. Só olhar para os resultados das empresas.

Insistir em modelos de gestão que não priorizam a satisfação individual, a autonomia, a felicidade e a transgressão que ultrapassa obstáculos paradigmáticos, compreende erro fatal. Se a falha vem do topo da organização, troque o comando! Inadmissível manter a antropofagia no nível C, se o que se deseja é a produtividade coletiva e a sustentabilidade do negócio. Explorar para prosperar é algo paleolítico! O ritmo tecnológico acelerado e o foco no capital levaram muitos ao erro. Alguns à falta de ética e à teia da corrupção. Mas não estamos focando legalidade aqui. E sim direção e moralidade! Há um dever de casa: priorizar qualquer coisa preterindo a esfera humana é um atestado de imaturidade do senso moral. Com isso, péssimos resultados. Talvez, a expulsão do mercado por atraso ou falência. Se ainda não ficou claro, o ser humano é o novo paradigma, porque a inovação é a salvação – e máquinas não inovam sem cérebros. E mentes precisam de paz e inspiração! Enquanto a gestão se restringir a “budget”, as “bridges” continuarão desaguando em decepcionantes “ebitdas”. O mundo passa por um apagão de liderança. Em âmbito privado, isso pode ser um péssimo “business”.

Sidemberg Rodrigues é Professor do MBA de Desenvolvimento Sustentável da Fucape Business School

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

esbrasil_176
Continua após publicidade

Fique por dentro

Governo publica MP que pode destravar crédito às pequenas e médias empresas

Os bancos já emprestaram mais de R$ 900 bilhões em recursos novos, renovações e suspensão de parcelas de empréstimos.

Parque de iluminação de Vila Velha será modernizado e ampliado

O edital para contratação da empresa que realizará o serviço foi lançado na sexta-feira (29), nos Diários Oficiais do Município, Estado e da União, além de jornais de circulação nacional.

Segundo trimestre deve ser bem pior para o PIB, diz presidente do BC

Ao avaliar os dados de atividade, Roberto Campos Neto também afirmou que houve uma piora crescente da expectativa entre agentes econômicos sobre o PIB.

Embraer tem prejuízo líquido de R$ 1,276 bilhão no 1º trimestre, 6 vezes maior

Segundo a empresa, os principais fatores determinantes para o aumento do prejuízo líquido ajustado foram o declínio na receita operacional aliado ao crescimento das perdas cambiais.

Vida Capixaba

Novas regras adotadas para o comércio a partir desta segunda-feira (1º)

As novas regras para galerias, centros comerciais, academia, shoppings e restaurantes de Vila Velha foram publicadas no Diário Oficial do município desse domingo (31).

Lugar de homem é na cozinha

A arte de combinar ingredientes e temperos tem atraído mais e mais homens Em restaurantes ou em ambientes domésticos, é cada vez mais comum ver...

Shoppings da Grande Vitória poderão abrir a partir de segunda (1º)

De acordo com a secretária de Estado de Gestão e Recursos Humanos, Lenise Loureiro, a decisão foi tomada durante uma reunião da Sala de Situação de Emergência em Saúde Pública do Estado, realizada hoje. 

Como montar um cantinho lúdico e organizado para as crianças

Com as crianças em casa em tempo integral, as famílias se deparam com o desafio de manter a rotina de atividades escolares e brincadeiras.
Continua após publicidade