26 C
Vitória
terça-feira, 23 abril, 2024

R$ 72 milhões em créditos para a inovação

Os recursos são destinados a linhas de crédito que visam fomentar a inovação e são provenientes da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep)

Por Amanda Amaral

Para apoiar a inovação no Espírito Santo, serão disponibilizados R$ 72 milhões em recursos da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). O objetivo é ampliar o acesso ao crédito pela indústria 4.0. 

- Continua após a publicidade -

Os recursos foram triplicados, de acordo com o Banco de Estado de Desenvolvimento (Bandes), repassador oficial do Finep no Espírito Santo, já que antes eram disponibilizados R$ 20 milhões no Espírito Santo. 

O objetivo da ampliação é apoiar o avanço da tecnologia e a inovação nos negócios capixabas, permitindo a inclusão de novos equipamentos, produtos e serviços ideais para a realidade de uma indústria 4.0, entre eles, máquinas, treinamentos, consultorias e implantação de sistemas.

Linhas disponíveis

Estão disponíveis a linha Finep Inovacred, voltada para para empreendimentos em desenvolvimento de novos produtos, serviços e até mesmo aprimoramento de atividades já existentes. O público-alvo desse tipo de financiamento é formado por empresas ou pessoas jurídicas com fins lucrativos, sendo o critério principal a renda bruta anual com valor máximo de R$ 90 milhões.

Já a linha Finep Inovacred Expresso atende micro, pequenas e médias empresas com histórico de inovação. O público é composto por empresas e pessoas jurídicas com fins lucrativos e com receita operacional bruta anual de até R$ 16 milhões, além de empresas e pessoas jurídicas do direito privado e com receita operacional bruta anual entre R$ 16 milhões e R$ 90 milhões.

A formalização da parceria com o Bandes para ampliação de recursos ocorreu na sede da Finep, no Rio de Janeiro, na terça-feira (18). Na ocasião, o diretor-presidente do Bandes, Marcelo Barbosa Saintive, e o diretor de Negócios do banco, Marcos Kneip Navarro, também fizeram uma apresentação dos resultados alcançados pelo Bandes no fomento ao ecossistema local de inovação, mostrando o aumento da participação da carteira de projetos da instituição, com foco no tema.

O objetivo da agenda foi aproximar ainda mais as duas instituições, de acordo com o Bandes. Marcelo Barbosa Saintive destacou que o conceito de inovação envolve a exploração bem-sucedida de novas ideias, que aproveitam oportunidades e criam novas tendências.

“O investimento em Inovação é indutor do desenvolvimento sustentável capixaba e o Bandes, em sua estratégia de fomento à economia, disponibiliza iniciativas que tornam as empresas mais competitivas e fortalecem o ecossistema de Inovação do Espírito Santo. No ambiente de negócios capixaba, o banco é um dos principais incentivadores, disponibilizando apoio em duas frentes, com o crédito tradicional, onde somos repassadores exclusivos de recursos Finep”, destacou Saintive.

“A Finep considera o Bandes um case de sucesso, nesta parceria para a operacionalização do crédito descentralizado. Muito por causa do funcionamento do Espírito Santo, que é um Estado muito organizado e com bastante Inovação, como também por causa do funcionamento do Bandes, que tem uma equipe muito comprometida. Por isso, procuramos levar este exemplo do Bandes para outros estados”, afirmou o analista Operacional da Finep, Ricardo Valente.

R$ 72 milhões em créditos para a inovação
Marcos Kneip Navarro, destaca a parceria entre o Bandes e a Finep. Foto: Divulgação/Bandes

Demandas do setor produtivo

“A parceria de longa data entre o Bandes e a Finep promove a competitividade do setor produtivo capixaba e fortalece a retomada econômica do nosso Estado, apoiando no desenvolvimento das empresas com inovação, tecnologia, sustentabilidade e condições operacionais vantajosas. No Bandes, estamos atuando em conjunto na ampliação de recursos para produtos e serviços que transformam a realidade dos negócios capixabas e potencializam, ainda mais, o crescimento econômico”, frisou Kneip. De acordo com o gerente de Negócios do Bandes, Arthur da Silva Souza, as reuniões entre a Finep e o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo permitem que as instituições estejam alinhadas às demandas do setor produtivo capixaba de inovação e, ao mesmo tempo, estreitem os laços de parceria entre ambas as entidades.

“Estamos organizando capacitações dos produtos Finep para as gerências técnicas do Bandes, apresentando detalhadamente os principais pontos que o banco atua e realizando visitas a empresas instaladas no Espírito Santo. No Estado, o Bandes é o agente credenciado a repassar recursos Finep, um produto com taxas e condições favoráveis para as empresas que operam com inovação. Isso significa inovação em produtos e processos, e no organizacional ou até mesmo no marketing”, completou Souza.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA