Presidente da Ales faz balanço dos 100 primeiros dias de gestão

Foto: Divulgação

O presidente aproveitou para anunciar novas medidas de gestão e transparência que serão implementadas pela administração da casa ao longo dos próximos meses.

O presidente da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales), Erick Musso (PMDB), apresentou um balanço dos 100 primeiros dias de gestão da nova Mesa Diretora, eleita em 1º de fevereiro deste ano. Musso também aproveitou para anunciar novas medidas de gestão e transparência que serão implementadas pela administração da casa ao longo dos próximos meses.

Entre as ações realizadas nos últimos meses estão a redução de 50% das funções gratificadas, o que vai gerar uma economia anual de R$ 2,033 milhões, e a criação do comitê permanente com função de avaliar e acompanhar o conteúdo publicado no portal Ales, além de garantir o cumprimento da Lei Federal 12.527/2011, que prevê a garantia de mais transparência e acesso às informações.

A Mesa Diretora também proibiu, por tempo indeterminado, a realização de novos gastos com cursos, cessões, concessão de passagens aéreas e diárias.

Pacotão de Gestão

Entre as medidas que foram anunciadas dentro do chamado “Pacotão de Gestão e Transparência” estão o projeto Ales Digital, que vai unificar todos os processos da casa em um só sistema e extinguir o uso do papel.

Outra proposta dessa nova mesa, o Fórum Democrático para Desenvolvimento do Espírito Santo vai estreitar o diálogo dos deputados com os segmentos de representação da sociedade. É o primeiro passo para aprimorar a capacidade de dar respostas mais rápidas ao cidadão e consolidar a Assembleia como espaço de convergência nas discussões de políticas públicas.

“Assumi [a presidência]com o compromisso de ampliar o diálogo entre os deputados e entre o parlamento e a sociedade, melhorar a dinâmica do Poder Legislativo no que diz respeito à tramitação dos processos e dar mais transparência aos atos da casa. Nossa intenção é que a Assembleia do Espírito Santo seja a primeira casa legislativa totalmente digital do Brasil. São tarefas difíceis e que, geralmente, levam tempo, exigem coragem e uma boa dose de enfrentamento. Estou preparado. Há muito trabalho pela frente”, comentou o presidente da Assembleia, Erick Musso.

Dentro do “Pacotão de Gestão e Transparência” estão outros projetos como o Ales Sustentável, que funciona como um estudo de viabilidade para reduzir o custo de energia elétrica e substituir por fotovoltaica e LED; substituição de aparelhos antigos de TV por modelos mais econômicos, de LED/LCD. Além disso, está em estudo a construção de um vestiário para atender aos usuários de bicicleta, um estímulo à saúde e à sustentabilidade.

O Fórum Democrático para Desenvolvimento do Espírito Santo funcionará como manutenção permanente do diálogo franco e verdadeiro com o cidadão. Esse é o objetivo do Fórum Democrático para o Desenvolvimento do Espírito Santo, que vai reunir, trimestralmente, representantes dos segmentos de representação da sociedade, em debates com os deputados e o corpo administrativo da Assembleia. É o primeiro passo para aprimorar a capacidade de dar respostas mais rápidas ao cidadão e consolidar a Assembleia como espaço de convergência nas discussões de políticas públicas.

Além disso, está em estudo a redução de 25% do contrato de banda larga e do contrato de telefonia móvel e a contratação de mais tempo de garantia para todo o parque de computadores da Assembleia. Será uma economia de mais de R$ 150 mil, proporcionando mais respeito ao dinheiro público.

A Assembleia também vai ganhar um novo restaurante, todo adaptado para atender melhor às exigências de saúde e respeito ao consumidor; Serão criadas 43 novas vagas de estacionamento; modernização do sistema de transmissão online da programação da TV Assembleia e um novo site, mais dinâmico e acessível.

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome