Homenageiam

A gente costuma dizer que mulheres que criam seus filhos sem a presença dos pais são “pães”, essa junção de tarefas de pais e mães na mesma pessoa. E quando acontece o contrário, como fica? Em agosto é comemorado o Dia dos Pais, e, aproveito a coluna para fazer uma justa homenagem a esses que assumem o duplo papel de educar os seus filhos e cuidar da casa.

Não são raros os casos bem-sucedidos de pais que, por motivos diversos, têm que cuidar sozinhos dos filhos. Eles, assim como as mulheres, têm jornada dupla ou tripla, e, ainda, têm que provar para a sociedade que dão conta do recado ao cumprir com desenvoltura esse papel. Um salve a vocês, pais, que lidam com naturalidade, carinho e eficiência com seus filhos.

Educam

Aproveitando que 11 de agosto é comemorado o dia do Estudante, e que boas práticas na educação cabem a professores, pedagogos, pais e alunos, sejam eles homens ou mulheres, deixo uma dica aos profissionais da área. As instituições com atuação destacada na área de educação em direitos humanos têm até 27 de agosto próximo para fazer sua inscrição no Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos. Podem participar instituições públicas e particulares de educação básica e superior, secretarias estaduais e municipais de educação e instituições de educação não formal. Elas podem inscrever trabalhos desenvolvidos em parceria com outras entidades ou organizações da sociedade civil, como associações de pais e mestres, grêmios estudantis, diretórios acadêmicos, conselhos escolares, municipais e estaduais de educação, sindicatos, igrejas e demais entidades vinculadas à educação e à cultura. Esta é a quarta edição do prêmio, que é bienal, e é promovida pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e pelo Ministério da Educação. As inscrições, gratuitas, podem ser feitas na página do prêmio na internet ou pelos Correios.

Coloridas


Bom, as temperaturas mal começaram a cair, ainda nem deu tempo das capixabas tirarem os casacos mais pesados do armário, mas, vale a pena já saber o que vai fazer a cabeça das mulheres no próximo verão. Recorri à edição Primavera/Verão 2015 do Fashion Rio, para descobrir os modismos que se destacaram nas coleções desfiladas na Marina da Glória e que serão sucesso, com certeza, por aqui, já que nos assemelhamos muito aos cariocas em clima e estilo de vida. Confira os looks, eleja suas tendências favoritas e fique atenta às peças que você pode adquirir desde já pra fazer bonito quando o verão chegar. Tá lindo demais!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 À frente

Uma notícia correu o mundo e causou opiniões polêmicas: mulheres podem agora ser ordenadas como bispos, decisão da Igreja Anglicana da Inglaterra. Essa atitude demonstra o avanço das vocações femininas em templos de todo o mundo, incluindo o Brasil. A polêmica, que divide várias religiões cristãs 

mundo afora, gira em torno dos seguintes argumentos: a ala contrária entende que a Bíblia reserva somente aos homens o sacerdócio, e tem como justificativa o fato de que só foram nomeados, por Jesus Cristo, apóstolos do sexo masculino. Os defensores da vocação feminina entendem que a escolha refletia apenas o contexto da época e, hoje, não cabe interferir na vocação pastoral, dado que homens e mulheres são iguais. É esperar e ver o que vem por aí.

 

 

 

Compartilhe

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome