Fibria e Suzano devem anunciar fusão hoje

Fusão: faltam apenas alguns detalhes para que as duas gigantes do setor de papel e celulose anunciem a decisão
Fábrica Fibria - Foto: Vitor Nogueira

Fusão: faltam apenas alguns detalhes para que as duas gigantes do setor de papel e celulose anunciem a decisão

O BNDES deve bater martelo sobre a fusão entre a Fibria e a Suzano nesta segunda-feira (12). Faltam apenas alguns detalhes, segundo a Isto É Dinheiro, para que uma das mais prometidas uniões seja finalizada.

A consolidação de um grande player no setor sempre foi debatido pelos CEOs das duas gigantes do setor de papel e celulose. E essa fusão teria sido acelerada após a aquisição da Eldorado Celulose pela Paper Excellence.

O valor calculado dessa união entre Fibria e Suzano é de R$ 10 bilhões. Em 2017, a Fibria produziu 7,25 milhões de toneladas de celulose e a Suzano anotou 3,6 milhões de toneladas. Em papel, apenas a Suzano atua com uma produção de 1,2 milhão de tonelada.

A Fibria

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria possui capacidade produtiva de 5,3 milhões de toneladas anuais de celulose, com fábricas localizadas em Três Lagoas (MS), Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint venture com a Stora Enso. Em sociedade com a Cenibra, opera o único porto brasileiro especializado em embarque de celulose, Portocel (Aracruz, ES).

A empresa tem operação baseada em plantios florestais localizados no Espírito Santo, e também nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Bahia.

Suzano

A Suzano é a segunda maior produtora de celulose de eucalipto do mundo e a maior fabricante de papéis de imprimir e escrever da América Latina.

A produção tem origem nas unidades industriais localizadas em Suzano, Rio Verde e Limeira, no estado de São Paulo; Mucuri, na Bahia; e Imperatriz, no Maranhão. A capacidade de produção anual é de 5,0 milhões de toneladas de papel e celulose.

Além da sede em Salvador (BA) e do escritório administrativo na capital paulista, no exterior a empresa mantem escritórios de representação na China e Inglaterra e controladas nos Estados Unidos, Suíça, Argentina e Áustria.

Ao final de 2017, a Suzano era composta por mais de 8 mil colaboradores próprios e 12 mil em atividades terceirizadas.

Conteúdo Publicitário
Compartilhe

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!