Empresa do Reino Unido constroi estradas com plástico retirado do oceano

Foto: Divulgação / MacRebur

Os oceanos recebem mais de 25 milhões de toneladas de lixo por ano. A iniciativa visa a utilizar este material para criação de estradas mais resistentes

O plástico também tem em sua composição o petróleo, utilizado na pavimentação de estradas. Após 18 meses de testes, a empresa inglesa MacRebur começou a construir estradas a partir dos resíduos plásticos retirados dos oceanos e de aterros sanitários e lixões.

Os estudos levaram a empresa a descobrir o MR6, um “aditivo aglutinante de alto desempenho” criado a partir da mistura do plástico com betume, capaz de oferecer não só uma utilidade para todo esse lixo plástico, como também de diminuir o uso do próprio petróleo na fabricação de asfalto.

Veja o vídeo e saiba quais são os impactos positivos dessa técnica:

A vantagem é que o MR6 oferece até 60% a mais de resistência e durabilidade ao asfalto tradicional. Desta forma, os custos com manutenção e construção se tornam ainda menores e o meio ambiente passa a ser preservado, pois a quantidade de plástico retirado do mar é consideravelmente alta.

De acordo com um dos sócios da MacRebur, Tody McCartney, existem desafios globais a serem enfrentados com esta iniciativa. “Uma tonelada de asfalto reutiliza de três a dez quilos de resíduos, e potencialmente ainda pode ser capaz de aquecer mercados e até mesmo criar novas oportunidades de emprego ao redor da coleta e reutilização do lixo plástico”, disse.

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!