Demóstenes Torres poderá concorrer às eleições de 2018

Demostenes Torres
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal optou por anular o processo de inelegibilidade do ex-senador

O Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou a suspensão da inelegibilidade do ex-senador Demóstenes Torres. A votação pela Segunda Turma ficou em 3 votos a 2, ratificando a decisão do ministro Dias Toffoli. Dessa forma, Demóstenes poderá concorrer a um cargo eletivo nas eleições de 2018.

Com o resultado da votação no STF, a Corte anulou as provas criminais contra ele. Antes da decisão, o ex-senador não poderia participar das eleições até 2027. Isso porque ele perdeu o mandato, conforme a Lei das Inelegibilidades (Lei Complementar 64/1990). As informações são da Agência Brasil.

Demóstenes Torres sofreu o processo de cassação em outubro de 2012 no Senado. A denúncia tratava que ele teria participado da organização criminosa supostamente comandada pelo empresário Carlos Cachoeira. As acusações têm respaldo nas investigações da Polícia Federal dentro dos trabalhos da Operação Monte Carlo.

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!