Maior alta na inadimplência de empresas desde setembro de 2016

inadimplência nas empresas
Foto Shutterstock

Os dados fazem parte do Indicador de Inadimplência da Pessoa Jurídica apurado pelo SPC Brasil e pela CNDL

O número de empresas com contas em atraso e registradas em cadastros de inadimplentes aumentou 9,41% em junho, na comparação com o mesmo mês do ano passado. A elevação é a mais acentuada desde setembro de 2016, quando o indicador havia registrado um crescimento de 9,61%.

Os dados foram divulgados na última sexta-feira (27). Fazem parte do Indicador de Inadimplência da Pessoa Jurídica apurado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

De acordo com o indicador, a alta em junho foi puxada, principalmente, pela Região Sudeste, cuja variação foi de 16,11% no mês. Do total de empresas que conseguiram sair da lista de inadimplentes em junho, 47% atuam no ramo do comércio. O setor de serviços responde por 39% delas. Já as indústrias formam 10% da fatia total das que conseguiram limpar o nome.

O Indicador de Inadimplência das Empresas reúne todas as informações nas bases de dados do SPC Brasil e da CNDL, nas capitais e interior das 27 unidades da federação.

*Com informações são da Agência Brasil

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!