25.9 C
Vitória
domingo, 21 abril, 2024

Vitória é a primeira cidade capixaba a atender às demandas do 5G

Moradores da capital terão mais facilidade de acesso à Internet das Coisas (IoT)

Por Kebim Tamanini

A capital capixaba se tornou a primeira cidade do Estado a implementar legislação específica para adequar-se às demandas da conexão 5G. Com a implantação, os cidadãos de Vitória terão maior velocidade nos dispositivos móveis facilitando o acesso a Internet das Coisas (IoT), que conecta equipamentos domésticos, veículos e semáforos para uma cidade mais eficiente e inteligente.

- Continua após a publicidade -

Vale destacar que, entre as 27 capitais brasileiras, somente 15 haviam seguido as exigências do novo padrão, tornando Vitória a 16ª cidade a aderir à lei geral de antenas.

“Esta é uma legislação inovadora que abre possibilidades para a expansão do 5G, gerando renda, empregos e promovendo o desenvolvimento, enquanto valoriza a tecnologia da informação. Vitória sai na frente e é a primeira cidade do Espírito Santo a se adequar a essa legislação, permitindo a expansão do 5G para proporcionar mais oportunidades às pessoas”, destacou o Prefeito Lorenzo Pazolini.

A Lei aprovada pela Câmara dos Vereadores de Vitória (CMV) simplifica a instalação de antenas 5G em postes baixos com cabos subterrâneos, que podem ser camuflados em fachadas de edifícios ou em postes multifuncionais de baixo impacto visual.

Moradores da capital terão mais facilidade de acesso à Internet das Coisas (IoT)
Com a implementação dessa legislação pioneira, Vitória se destaca como uma cidade comprometida com o avanço tecnológico. Foto: Divulgação

Facilitando a implementação

A nova lei estabelece prazos rigorosos para o licenciamento de projetos e equipamentos de infraestrutura de suporte para Estações Transmissoras de Radiocomunicação (ETR). O município tem até 60 dias para aprovar pedidos em áreas particulares e públicas, incluindo a implantação de postes e circuitos aéreos e subterrâneos, quando necessário.

“Essa viabilização considera regras importantes do ponto de vista urbanístico, de infraestrutura urbana e, principalmente, do ponto de vista ambiental, conciliando esses aspectos e proporcionando aos cidadãos de Vitória um serviço de melhor qualidade”, esclarece o Secretário de Meio Ambiente de Vitória, Tarcísio Föeger.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA