24.9 C
Vitória
sábado, 25 maio, 2024

Temer recebe senadores antes da votação do impeachment

Mesmo os parlamentares que já anunciaram voto favorável à presidente afastada Dilma Rousseff foram procurados por aliados doi presidente interino. 

O processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff entra em sua fase final no plenário do Senado e o presidente em exercício Michel Temer dedica a maior parte de seu tempo para receber senadores e garantir a quantidade de votos suficientes que consolide o impeachment, embora oficialmente o Palácio do Planalto alegue que o objetivo as reuniões é ajustar a agenda de votações no Congresso. Em dois dias, Temer já se reuniu com oito parlamentares para atingir a expectativa de ter entre 60 e 63 votos.

- Continua após a publicidade -

Temer recebe senadores antes da votação do impeachmentPresidente do Senado, Renan Calheiros 

O Planalto ainda espera contar com o voto do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que tem evitado se posicionar sobre o tema. Vale destacar que Temer convidou Renan para ir à China na comitiva brasileira, após a votação no Senado. Os aliados investem até mesmo nos senadores que já anunciaram voto favorável à Dilma Rousseff, como Telmário Mota (PDT-RR). Segundo informações do Jornal estado de São Paulo, um interlocutor direto do presidente disse que “onde for identificado algum sinal de possibilidade de apoio” haverá investida.

Temer recebe senadores antes da votação do impeachmentSenador Telmário Mota (PDT-RR). 

Na fase anterior deste processo de impeachment, às vésperas da votação no plenário do Senado do relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB/MG) indicando o afastamento definitivo de Dilma Rousseff da Presidência da República, Temer recebeu senadores no Palácio do Planalto para tratar da retomada de obras, com valores entre R$ 500 mil e R$ 10 milhões, totalizando R$ 1,8 bilhão. Ao atender o pedido dos senadores, o presidente interino, indiretamente, fez um “afago” nos parlamentares. A definição das obras seria anunciada no dia 2 de agosto, mas foi adiada para o dia 8. 

Muro – O alambrado para dividir manifestantes pró e contra o impeachment começou a ser reconstruído na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Da mesma forma que ocorreu nas etapas anteriores do processo, o muro tomará toda a extensão da via. A previsão é de que os grupos contra e pró-afastamento comecem a chegar a Brasília no domingo. 

Temer recebe senadores antes da votação do impeachment

Imagens: Fotos Públicas 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA