28.9 C
Vitória
quinta-feira, 1 outubro, 2020

Geddel pede demissão

Leia Também

Assistente virtual vai tirar dúvidas dos eleitores

TRE-ES apresenta Bel. A assistente virtual irá esclarecer dúvidas sobre a regularidade da situação do eleitor, o número da inscrição eleitoral, o local de votação, dentre outras

Outubro Rosa: Conscientização sobre o câncer de mama

Começa nesta quinta-feira (01) a campanha Outubro Rosa. Com o tema “Quanto antes melhor”, lançado pela Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), o objetivo da ação é conscientizar a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Criação de empregos em agosto atinge melhor nível em nove anos

Pelo segundo mês seguido, o país criou empregos formais.

Esse é o sexto ministro de Temer que deixa o cargo envolvido em algum tipo de escândalo de irregularidade ou favorecimento político.  

Envolvido em acusações de tráfico de influência para liberar a obra de um prédio onde comprou um apartamento, na Bahia, o ministro Geddel Vieira Lima, da Secretaria do Governo, pediu demissão do cargo nesta sexta-feira (25). O pedido de demissão foi enviado por e-mail ao presidente Michel Temer. 

Em sua carta de demissão, Geddel – que está na Bahia – afirma que tomou a decisão “diante da dimensão das interpretações dadas” ao episódio e do “sofrimento dos meus familiares”, com a repercussão do caso. O ministro afirma ainda que sua decisão foi objeto de “profunda reflexão” e que continua como um “ardoroso torcedor” do governo Temer.

O pedido de demissão chega após depoimento do ex-ministro da Cultura Marcelo Calero à Polícia Federal acusar Temer e o ministro Eliseu Padilha (Casa Civil) de também o terem pressionado para interceder em favor da obra defendida por Geddel. Com o escândalo relevado por Calero, a situação de Geddel se agravou e aumentou a pressão sobre o presidente Michel Temer que, por meio de seu porta voz, se disse surpreso e decepcionado com os boato de que poderia ter sido gravado pelo seu ex-ministro da Cultura, e tem chances de ser citado em investigação pela Procuradoria Geral da República. 

Calero acusou o atual presidente Michel Temer de também pressioná-lo a liberar as obras do prédio La Vue, na ladeira da Barra, uma das áreas mais valorizadas de Salvador, embargadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Calero disse à PF que Temer o chamou ao Palácio do Planalto e determinou que ele “construísse uma saída” para o caso,  porque a decisão do Iphan teria criado “dificuldades operacionais” no gabinete dele, especialmente com o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima.

Nome conhecido nos circuitos de investigação desde o escândalo dos “Anões do Orçamento”, em 1993, Geddel figura também em mensagens apreendidas pela Polícia Federal na Operação Lava Jato, que revelam que o peemdebista teria usado sua influência política para atuar em favor de interesses da construtora OAS. Segundo o blog do jornalista Jorge Bastos Moreno, do jornal O Globo, amigos de Geddel, após conversarem com Temer nesta quinta-feira (24), teriam aconselhado o ministro a pedir demissão, alegando que sua situação tornou-se insustentável, principalmente depois que Calero o denunciou à PF. Mas o ministro teria declarado não ter “motivo nenhum para pedir demissão”. 

A partir das declarações de Calero, a PF pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) abertura de inquérito contra Geddel. O STF já repassou o pedido da polícia ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, a quem cabe dar parecer sobre o assunto. A tendência é que Janot peça abertura de inquérito.

RECURSOS – E em meio a essa crise política que põe em risco a permanência de Geddeal no staff de Temer, o ministério ocupado pelo peemedebista enviou um e-mail a todos os senadores e deputados federais, na última quarta-­feira (23), informando a “a recomposição” de R$ 440 mil destinados a emendas parlamentares. Essa é a primeira vez que parlamentares recebem um comunicado do gênero. O e­-mail, intitulado “Ajustes em emendas individuais”, foi assinado pelo Departamento de Relações Institucionais da Secretaria de Governo, comandada por Geddel, da Presidência da República. 

A mensagem aponta que “foi recomposto o valor de R$ 440 mil” para cada emenda parlamentar individual a que tem direito senadores e deputados, o que elevará o total anual de R$ 13,6 milhões para cada congressista. Temer reconhece que governo não é ‘infalível’

 A carta de demissão de Geddel:

Meu fraterno amigo presidente Michel Temer,

Avolumaram-se as críticas sobre mim. Em Salvador, vejo o sofrimento dos meus familiares. Quem me conhece sabe ser esse o limite da dor que suporto. É hora de sair.

Diante da dimensão das interpretações dadas, peço desculpas aos que estão sendo por elas alcançados, mas o Brasil é maior do que tudo isso.

Fiz minha mais profunda reflexão e fruto dela apresento aqui este meu pedido de exoneração do honroso cargo que com dedicação venho exercendo.

Retornando à Bahia, sigo como ardoroso torcedor do nosso governo, capitaneado por um presidente sério, ético e afável no trato com todos, rogando que, sob seus contínuos esforços, tenhamos a cada dia um país melhor.

Aos congressistas, o meu sincero agradecimento pelo apoio e colaboração que deram na aprovação de importantes medidas para o Brasil.

Um forte abraço, meu querido amigo.

Geddel Vieira Lima

Imagem: Foto Lula Marques / Jornal Grande Bahia 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

PGR arquiva reclamação contra Alcolumbre por travar ‘impeachment’ de ministros

"Esta circunstância, por si só, impede considerar que o noticiado está retardando ato que deveria praticar de ofício", escreveu o procurador Aldo de Campos

Congresso cancela análise de vetos de Bolsonaro

O governo agiu para esvaziar a sessão. Presidente do senado havia prometido a líderes partidários que a votação iria ocorrer com ou sem acordo

Nome de Bolsonaro para suceder Mello, Kassio Marques é discreto e bem avaliado

A expectativa no STF é que temas como aborto devem ter forte resistência de Marques, caso ele assuma mesmo uma cadeira na Corte.

Bolsonaro diz a vice-líderes recém-indicados que eles têm um futuro a escrever

Presidente nomeou dez novos vice-líderes do governo no Congresso e solicitou a dispensa de outros oito

Associação de juristas evangélicos oficializam apoio a André Mendonça ao Supremo

O presidente da Anajure disse esperar que Bolsonaro "cumpra a promessa que ele fez de nomear um ministro evangélico"

PF prende 2 secretários e 1 assessor do governador Helder Barbalho

No pedido enviado à Francisco Falcão, as autoridades policiais registraram ainda a possibilidade de Helder Barbalho exercer função de liderança no grupo criminoso

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Guedes: precatório não é fonte saudável, limpa, permanente e previsível

Temos o direito de examinar do ponto de vista de controle de despesas, o exame não é jamais para financiar programa A ou B", completou ministro

Economia: pedidos de seguro-desemprego caem 11,6% na 1ª quinzena de setembro

O custo de cada parcela adicional é estimado em R$ 8,35 bilhões, segundo cálculos da equipe econômica obtidos pelo Broadcast

‘Vamos fazer programa de substituição tributária’, diz Guedes

Ricardo Barros (PP-PR), afirmou ainda que não haverá aumento de carga tributária na proposta de reforma que o governo construirá

Conab avalia que Brasil terá segunda maior safra de café em 2020

O 3º Levantamento da Safra 2020 de Café, divulgado hoje (22), em Brasília, pela Companhia Nacional do Abastecimento (Conab), foi estimado em 61,6 milhões...

Vida Capixaba

Nova LEI proíbe fumar em parques públicos de Vitória

Agora é lei em Vitória: fica proibido fumar nos parques públicos municipais. Não será permitido o fumo de cigarros, cigarrilhas, charutos, cachimbos, narguilés ou qualquer produto fumígeno, derivado ou não do tabaco.

Hoje é dia da moqueca capixaba

A data, 30 de setembro, foi instituída por meio de lei municipal nº 8.313/12 e faz parte do calendário oficial de Vitória

Outubro Rosa 2020: novo formato, mesmo conceito

O movimento oficial Outubro Rosa 2020 chega em novo formato no Espírito Santo, mas com o mesmo conceito: alertar sobre a importância da detecção precoce do câncer. Afinal, a vida mudou. A forma de cuidar dela, não.

Bate-papo sobre “logística reversa”

A Câmara Técnica de Resíduos Sólidos da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – Seção Espírito Santo (ABES-ES) irá promover um bate-papo online na terça-feira (29), às 19h, com o tema “Logística Reversa”.
Continua após publicidade