22.1 C
Vitória
terça-feira, 22 setembro, 2020

STJ adia julgamento de Flávio Bolsonaro sobre investigação de rachadinha

Leia Também

TRE-ES fará audiência pública entre candidatos a prefeito de Vitória para combater fake news

A juíza Gisele Souza de Oliveira, responsável pela fiscalização da propaganda das eleições em Vitória, será a coordenadora da audiência pública que será realizada...

Próximas semanas com aumento no número de casos de Covid-19 no ES

O secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes fez essa afirmação nesta segunda-feira (21) em uma rede social. O que diz a publicação “Nas próximas semanas teremos...

Nenhum município em Risco Alto no Espírito Santo

Do total de municípios capixabas, 75 estão classificados em Risco Baixo. Apenas três estão em Risco Moderado (Ibatiba, Montanha e São José do Calçado)....

A sessão será realizada por videoconferência em virtude da pandemia do novo coronavírus

Por Rafael Moraes Moura (AE)

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) adiou o julgamento, previsto para esta terça-feira 15, de um pedido da defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) para suspender a investigação do Ministério Público do Rio de Janeiro envolvendo um esquema de “rachadinhas” (devolução de parte do salário de assessores) no gabinete do parlamentar na Assembleia Legislativa fluminense. A Corte ainda não definiu nova data para que a solicitação seja apreciada pela Quinta Turma. O caso, que se debruça sobre o período em que o filho do presidente da República exercia o mandato de deputado estadual, foi revelado pelo Estadão.

O pedido da defesa de Flávio Bolsonaro foi rejeitado em abril deste ano pelo relator do caso, ministro Felix Fischer, considerado um dos magistrados mais rigorosos do STJ. Agora, os cinco integrantes da Quinta Turma terão que decidir se mantêm ou não o entendimento do relator. A sessão será realizada por videoconferência em virtude da pandemia do novo coronavírus.

Esta será a primeira vez que o caso Queiroz será julgado pela nova composição da Quinta Turma do STJ, colegiado especializado em matérias penais. O ministro João Otávio de Noronha passou a integrar a Turma desde que deixou o comando do STJ no mês passado, conforme antecipou a Coluna do Estadão. Durante a sua presidência, Noronha atendeu ao governo federal em 87,5% dos casos, segundo levantamento feito pelo Estadão em decisões individuais (monocráticas) tomadas de 1º de janeiro de 2019 a 29 de maio deste ano.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

‘Mistura de ceticismo com desconhecimento’ afeta soluções ambientais, diz Barroso

chegou a indicar que, em razão da semelhança dos assuntos, as ações poderão até ser levadas a julgamento juntas

Lava Jato denuncia Cabral e Bezerra por propinas em contratos do DER

Segundo a peça, registros contábeis apreendidos com o operador de Cabral na Calicute mostram que Maciste efetuou, entre 2011 e 2017

Tribunal da Lava Jato nega desbloqueio de R$ 550 mil de ex-presidente da Estre

Os advogados ainda sustentaram que a medida de sequestro de bens seria inaplicável no caso do ex-presidente da Estre

Lei Geral de Proteção de Dados entra em vigor

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) entrou em vigor hoje (18) com a sanção da Lei 14.058/2020, originada da Medida Provisória (MP)...

Ministro do Turismo é a 7ª autoridade presente à posse de Fux a pegar covid-19

O evento foi realizado na sede do tribunal, em Brasília, no último dia 10 de setembro. O próprio ministro Fux foi diagnosticado com a doença

Bolsonaro volta a estimular Renda Brasil

O governo também não quis deixar um vácuo aberto para os congressistas, que já têm projetos para reforçar o Bolsa Família

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Valor Bruto da Produção Agropecuária deve ser recorde de R$ 823 bi, diz CNA

Outros fatores que podem influenciar o indicador do setor são o aumento de 4,3% na produção, a alta de 18,7% nos preços

OCDE melhora perspectiva para economia mundial e para o Brasil em 2020

A economia global parece estar se recuperando do baque provocado pelo novo coronavírus mais rápido do que se imaginava há apenas alguns meses graças...

Guedes diz que ‘cartão vermelho’ de Bolsonaro não foi direcionado a ele

O ministro lembrou que, desde início, o presidente disse que não queria consolidar programas sociais para criar o Renda Brasil, e que foi uma decisão política

Ainda acreditamos que é possível acoplar IVA federal com estadual, diz Guedes

O ministro ainda disse que é natural que os Estados façam esse movimento, com o maior peso de serviços na economia, mas "não podem espremer os municípios."

Vida Capixaba

Curso herdeiro ou sucessor?

Como os membros da próxima geração são desenvolvidos na empresa da sua família? Quando falamos em sucessão familiar, é preciso considerar três fatores fundamentais,...

Governo divulga novo imageamento da cobertura florestal do Espírito Santo

No dia em que se comemora o Dia da Árvore, o Governo do Estado, através da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Seama) e...

Governo do Estado quer reformar e utilizar antiga sede do Saldanha da Gama

Reformar a construção para sediar a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), que atualmente funciona em salas de um...

Circuito Cultural homenageia as crianças em outubro

A 12ª edição do evento, que acontece em formato virtual, já atingiu público de mais de 8 mil pessoas Outubro é o mês das crianças...
Continua após publicidade