24.4 C
Vitória
domingo, 19 maio, 2024

Setor de serviços amplia contratações no Estado

Aumento de 57% em um ano faz o setor liderar criação de vagas com carteira assinada

Por Kikina Sessa

Dados mais recentes do Novo Caged, do Ministério do Trabalho, mostram que o Espírito Santo registrou em fevereiro 5.397 novos empregos com carteira assinada, apresentando mais contratações do que desligamentos.

- Continua após a publicidade -

O setor de serviços se destacou como o de maior geração de empregos na economia capixaba, somando 4.348 vagas no mês. Esse movimento foi seguido pela construção civil, que adicionou 599 empregos, pela indústria, com 282, e pela agropecuária, com 158.

“O setor de serviços no Espírito Santo desempenha um papel fundamental na economia, impulsionando o crescimento e gerando oportunidades de emprego. Com uma diversificada gama de atividades, que vão desde turismo até tecnologia da informação e telecomunicações, O setor de serviços contribui significativamente para o desenvolvimento socioeconômico do Estado. A crescente demanda por serviços de qualidade, aliada a investimentos em infraestrutura e inovação, promove um ambiente propício para o fortalecimento e a expansão desse segmento”, analisa Ana Carolina Júlio, pesquisadora responsável pelo Eixo Observa do Connect Fecomércio-ES.

No saldo total de empregos, Vila Velha se destaca pelo segundo mês seguido, com 1.117 novos empregos, seguida de Serra (714), Vitória (645), Colatina (312), São Mateus (225) e Cachoeiro do Itapemirim (210).

As contratações no Espírito Santo, abrangendo todos os setores econômicos, refletem um aumento de 30% em relação ao mesmo período do ano de 2023.

Comparando os saldos de empregos gerados por setor entre 2023 e 2024, destacam-se o crescimento nos segmentos de Agropecuária (+409,7%) e Serviços (+57,1%).

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA