14.9 C
Vitória
quarta-feira, 29 junho, 2022

Queda do varejo de abril ante março foi a mais forte da série

varejo
Com o avanço das vendas em julho, o varejo opera 5,3% acima do patamar de fevereiro, no pré-pandemia. (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

A queda foi a mais acentuada da série histórica iniciada em janeiro de 2001

Por Daniela Amorim (AE)

A queda de 16,8% nas vendas do comércio varejista em abril ante março foi a mais acentuada da série histórica iniciada em janeiro de 2001. Os dados são da Pesquisa Mensal de Comércio, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No varejo ampliado, que inclui as atividades de veículos e material de construção, o recuo também de 16,8% em abril ante março foi o mais agudo da série histórica iniciada em 2003.

Média móvel trimestral

O índice de média móvel trimestral das vendas do comércio varejista restrito teve queda de 6,1% em abril, divulgou o IBGE.

No varejo ampliado, que inclui as atividades de veículos e material de construção, o índice de média móvel trimestral das vendas registrou recuo de 9,9% em abril.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade