20.9 C
Vitória
quarta-feira, 12 junho, 2024

Pontes de Vitória recebem intervenções e melhorias

As pontes Ayrton Senna, de Camburi e da Ilha do Frade estão a um passo de ganhar uma nova cara e vão receber melhorias e intervenções 

Por Paula Bourguignon

Foi assinada, nesta quarta-feira, dia 28 de setembro, a ordem de serviço para reforma desses três cartões-postais de Vitória.

- Continua após a publicidade -

Todas vão ganhar guarda-corpos em aço inox, que são resistentes à maresia e vão durar décadas, sem necessidade de manutenções.

No total, serão instalados 1.450 metros de novos guarda-corpos nas três pontes (350 metros na da Ilha do Frade, 440 na Ayrton Senna e 660 na de Camburi). Além deste serviço, também serão feitas a recuperação e a pintura dos pisos. O investimento é de R$ 3,799 milhões.

Isso vai trazer mais segurança às pessoas que transitam pelos locais, a medida também contribui para a requalificação dos espaços urbanos da capital, padronizando esses três equipamentos com um visual moderno.

O prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini, destacou que essas intervenções vão ao encontro da reconstrução da cidade. “Esse importante trabalho vai unificar o visual das pontes, dando a elas o mesmo tratamento e um material de primeira linha, que será referência para outras metrópoles. Isso também vai contribuir para valorizar a estética da cidade”.

O secretário da Central de Serviços, João Vicente Portella, destacou que as obras vão durar 360 dias e que os trabalhos vão começar pela ponte da Ilha do Frade.

“As pontes estavam há décadas sem reparos. Hoje, os guarda-corpos são de concreto e estão com trincas e ferragens expostas, já que sofrem influência climática e corrosão. Vamos colocar um material resistente e de qualidade, tornando a cidade ainda mais moderna”.

Com base no texto da PMV.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA