22.1 C
Vitória
segunda-feira, 27 junho, 2022

Páscoa é oportunidade para incrementar vendas e trabalhar o delivery

Ovos de Páscoa
Foto: Agência Brasil

Ovos gourmets e torta capixaba são as apostas dos empreendedores na Páscoa

O mês de abril, o mais doce do ano, está chegando e junto com, ele a Páscoa. A data pode significar para os empreendedores do setor de alimentos uma boa oportunidade para alavancar as vendas e/ou iniciar um novo negócio.

Este é o caso da Mariana Dalto e do seu parceiro Vinicius Tavares. Juntos, eles criaram a Tutti Box, com o objetivo de vender cestas e box de café da manhã, mas já estão aproveitando a data para incrementar o cardápio com ovos de páscoa gourmets. “A ideia da Tutti Box surgiu em meio a duas necessidades nascidas da pandemia: a necessidade do delivery durante o isolamento social e a necessidade das pessoas de demonstrarem afeto à distância. Temos demanda de datas especiais o ano todo e presentear é um hábito muito valorizado na nossa cultura”, destaca Mariana.

No ano passado, 8.080 empreendedores também apostaram no setor de alimentos. A concorrência, no entanto, não assusta a mais nova empresária da área. “A nossa expectativa é de que a Tutti consiga ser reconhecida como uma empresa que presta um atendimento de excelência e quem sabe, possamos expandir nossos produtos ou até mesmo abraçar outros segmentos”, ressalta a empreendedora.

Apesar de os ovos de chocolate serem o símbolo da Páscoa, no Espírito Santo, a tradicional torta capixaba é a personagem principal desta data. Por conta da pandemia, muitos empreendedores vão apostar nas encomendas e delivery para garantir as vendas.

A empreendedora de Vila Velha, Nilza Francisca, que confessa ter uma paixão pela confeitaria, vai apostar mais um ano nas encomendas da torta capixaba como alternativa para faturar.“Este é o segundo ano que vamos trabalhar com a torta capixaba e também vamos fazer ovos de páscoa. Estamos aproveitando as datas comemorativas para recuperar o tempo perdido”, destaca. Hoje, além de trabalhar com buffet para festas, Nilza tem uma barraquinha na praça de Coqueiral de Itaparica, em Vila Velha e viveu os dois lados da pandemia “A pandemia vem atrapalhando porque a quantidade de clientes na barraca foi diminuindo. Mas também temo lado positivo, porque a área de encomendas cresceu muito durante a pandemia, e eu cresci também. Então para essa área que eu estou querendo focar, melhorou bastante”, ressalta Nilza.

*Com informações da Agência Sebrae

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade