24.9 C
Vitória
terça-feira, 25 junho, 2024

Natação paralímpica acaba com recorde das Américas

Patrícia dos Santos nadou os 150 metros estilo medley em 2min57s21, superando a marca de 2min57s76 da mexicana Edith Miranda Herrera

A nadadora Patrícia Pereira dos Santos, da classe S4 (comprometimento físico-motor), bateu o recorde das Américas na prova dos 150 metros estilo medley, no último sábado (24) no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. A marca foi o destaque do último dia do Campeonato Brasileiro da modalidade.

Desde a última quinta-feira (22), a competição reuniu 261 atletas de 17 estados. Este grupo contou com os 29 nadadores que representarão o Brasil no Mundial de natação de Manchester (Inglaterra), entre os dias 31 de julho e 6 de agosto.

- Continua após a publicidade -

Patrícia dos Santos nadou os 150 metros estilo medley em 2min57s21, superando a marca de 2min57s76 da mexicana Edith Miranda Herrera, alcançada em setembro de 2016, durante os Jogos Paralímpicos do Rio e Janeiro. A mineira, que faturou três medalhas de bronze no Mundial anterior (50 metros peito, 100 metros livre e 200 metros livre), estará no time nacional na Inglaterra.

Também no sábado, a pernambucana Carol Santiago, da classe S12 (baixa visão), concluiu os 100 metros costas em 1min09s16 (quarta melhor marca do mundo em 2023 e o melhor tempo entre as nadadoras das Américas na temporada). Na sexta-feira (23), ela já havia registrado o segundo melhor tempo mundial em 2023 nos 100 metros borboleta, com 1min06s62.

Na quinta-feira (22), o mineiro Gabriel Araújo, da classe S2 (atletas com dificuldades de locomoção), já havia quebrado o recorde mundial nos 50 metros borboleta, com o tempo de 52s90. A marca anterior também era dele, que registrou 53s80 no World Series de Sheffield (Inglaterra), no último mês de março. Com informações Agência Brasil

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA