27.7 C
Vitória
quinta-feira, 27 janeiro, 2022

Já pensou transformar milhas em fonte de renda?

O acúmulo de milhas através de programas de fidelidade do cartão de crédito já se tornou um hábito para muitos brasileiros

Por Samantha Dias 

Mas as milhas não servem “apenas” para comprar passagens ou outros produtos. Com a crise econômica provocada pela pandemia, tem crescido o número de pessoas que olham para os programas de milhagens como uma forma de diversificar ou mesmo incrementar a renda.

Segundo Norton Reveno, especialista em milhas e cartões de crédito, “milha é dinheiro” e é possível transformar esse benefício em uma fonte de renda extra. “Eu indico que façam das milhas uma fonte de renda extra. Diversificar é importante, principalmente em tempos de crise como o que nós passamos. Como consultor financeiro, digo mais: sempre tenha mais de uma fonte de renda”, explica.

Mas para quem pensa em largar o emprego fixo para viver das milhas, Norton alerta. “As milhas devem ser encaradas como uma renda diversa, mas não como sua principal fonte de renda”.

O especialista dá algumas dicas  para quem quer transformar as milhas em “negócio”:

  1. Para ganhar dinheiro com milhas, você precisa comprá-las baratas e vende-las mais caro – Para isso, você precisa resolver algumas questões, e a primeira é: Adequar-se às regras das companhias aéreas, pois cada usuário tem um limite de passagens que pode emitir através das milhas. Só com a sua conta, você estaria limitando o seu faturamento. Eu indico que você seja o “administrador” das milhas da família, e compartilhe seus lucros com eles, destinando, assim, um percentual do faturamento a cada pessoa cujas milhas você administra;
  2. Limite do cartão de crédito – Para você comprar mais milhas é necessário um bom limite. E qual o grande lance? crédito vem de acreditar! Quanto mais a instituição financeira acredita em você, mais limite de crédito ela vai te dar. Por isso que as milhas não podem ser sua principal fonte de renda, pois você precisa estar estabilizado para conseguir um bom limite e assim poder comprar mais milhas, ou você fica à mercê das regras das companhias aéreas. Nunca dependa somente de uma fonte de renda;
  3. Você pode tornar-se um agente de viagens em casa: vender as milhas que você compra para uma pessoa no particular (venda para terceiros e não para sites), formando assim uma carteira de clientes onde, pelo seu bom serviço, você consegue cobrar um pouco a mais.
- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade