22.9 C
Vitória
domingo, 29 novembro, 2020

Hyundai Venue e novo Elantra estão no Brasil

Leia Também

Crise para quem não pesquisa

Pesquisar seus mercados, traçar cenários realistas e tomar decisões embasadas em dados é a melhor solução

Mensagem de WhatsApp tem valor como documento?

Tais técnicas representam a maior arma do Estado com o fito de combater o crime, em especial, o organizado

Economicídio

A prova desta triste realidade são seus baixos níveis de crescimento, de competitividade, e de inserção externa

O novo Elantra tem possibilidade de desembarcar por aqui, importado da Coreia do Sul. O sedã deixou de ser vendido no País em 2018

Por Vagner Aquino (AE)

Um flagra no mínimo inusitado foi feito em São Paulo. Cerca de dez modelos novos importados da Hyundai estão estacionados ao lado de um galpão, pegando poeira. Embora a empresa alegue que são carros de uso próprio, a maioria não foi licenciada e um deles, o SUV compacto Venue, tem placas da Coreia do Sul, onde são produzidos. O flagra foi feito pelo canal no Youtube “De Carona com Leandro”.

Entre eles, o Venue é um dos que mais chamam atenção. Ele é menor que o Creta. Tem cerca de 4 metros de comprimento, o que o coloca, em termos de dimensões, na mesma categoria do Honda WR-V O SUV sul-coreano foi apresentado no Salão de Nova York do ano passado. O modelo exibido na exposição dos EUA tinha motor 1.6 a gasolina de 122 cv e câmbio automático CVT. Pode ser uma possibilidade para o Brasil. Aqui, no entanto, ele poderia receber os propulsores 1.0 turbo e 1.6 aspirado do HB20.

Além do pequeno SUV, entre os modelos estacionados havia os sedãs Sonata, Accent e Elantra (incluindo sua versão esportiva N Line), o hatch Veloster e os SUVs Kona, Creta (com grade dianteira redesenhada) e Santa Fe.

O novo Elantra tem possibilidade de desembarcar por aqui, importado da Coreia do Sul. O sedã deixou de ser vendido no País em 2018 e estreou nova geração neste ano. Apesar do visual polêmico – totalmente diferente do anterior -, poderia atrair clientes que procuram se diferenciar no trânsito.

Outro que poderia fazer sucesso no Brasil é sua versão N Line, que é assinada pela divisão voltada a modelos esportivos da marca. Nos EUA, o modelo lançado em meados de agosto concorre com o Civic Si – por lá, a Honda oferece a versão quatro portas à clientela.

Debaixo do capô, o Hyundai Elantra N Line tem motor 1.6 turbo de quatro cilindros e 201 cv de potência e 27 mkgf de torque máximo, o mesmo do novo Tucson. No Brasil, o sedã poderia concorrer com o Volkswagen Jetta GLi e, também, com o cupê vendido pela Honda por aqui, afinal, ambos têm números parecidos – o Civic Si tem 208 cv. Sem contar que eles possuem câmbio manual de seis marchas.

Vendido lá fora com opção de transmissão automática com dupla embreagem e sete marchas, o Elantra N Line se destaca ainda pela suspensão mais rígida, freios a disco nas quatro rodas (de liga leve com 18 polegadas) e detalhes em tom preto na carroceria.

ES Brasil Digital

Capa ES Brasil 182
Continua após publicidade

Mais Motores

Dispositivo facilita a vida dos motoristas nos novos Gol e Voyage

Os novos modelos da alemã Volkswagen possuem tecnologia que permite a instalação de dispositivos que ajudam até a economizar combustível. ...

Novidades da Mercedes chegam ao Espírito Santo

Novos modelos apresentam um design ousado e moderno Dois novos lançamentos da Mercedes-Benz chegaram para seduzir o público capixaba. Lançamento da...

Yamaha lança scooter Star Wars

Disponível apenas na cor branca, o modelo Aliança Rebelde traz marcas que simulam desgaste por uso na carenagem

Blogs e colunas

A liderança em transformação

Toda empresa que pretenda chegar a algum lugar precisa definir esse lugar e estabelecer como chegar lá.

Trailblazer 2021 ganha tecnologia e perde versões

O Trailblazer agora vem com detecção de pedestres e frenagem autônoma de emergência. O sistema freia o veículo sozinho

Pandemia e seu impactos econômicos

Presidente do Corecon-ES, destacou que as medidas econômicas, condicionadas por um ambiente político controverso