21 C
Vitória
sexta-feira, 12 agosto, 2022

Governo do Estado registra pequeno superávit no 1° quadrimestre

Foto: Fred Loureiro/Secom-ES

O resultado foi anunciado pelo secretário de Estado da Fazenda, Bruno Funchal, à Comissão de Finanças da Assembleia Legislativa do Espírito Santo

O secretário de Estado da Fazenda, Bruno Funchal, apresentou o resultado de Caixa do Tesouro estadual, que encerrou o 1° quadrimestre de 2017 com um superávit de R$ 324 milhões. O resultado foi apresentado à Comissão de Finanças da Assembleia Legislativa do Espírito Santo, nessa segunda-feira (29), em cumprimento ao que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Apesar do resultado positivo, o cenário ainda inspira cuidado, pois, mesmo com as projeções para o Produto Interno Bruto (PIB) nacional e estadual indicando sinais de recuperação, a velocidade dessa recuperação é lenta e os índices ainda estão no campo negativo. “Ainda não podemos esperar um grande resultado do PIB no ano de 2017”, analisou o secretário.

De acordo com o secretário, esse cenário tem reflexos diretos na arrecadação do ICMS. No primeiro quadrimestre de 2017, a arrecadação do imposto foi 4,9% menor do que a registrada no primeiro quadrimestre de 2016, em termos reais, isto é, descontada a inflação. “A baixa arrecadação de ICMS, que é o nosso principal impostos, foi o impacto mais negativo nesse quadrimestre”, destacou.

O saldo positivo veio do incremento da arrecadação com royalties do petróleo e das participações especiais motivado pelo aumento do preço médio do barril. Até abril de 2017, a renda com o petróleo apresentou recuperação, chegando a R$ 418 milhões, R$ 157 milhões a mais que no mesmo período de 2016, um aumento de 54%. Segundo o secretário, praticamente a metade do superávit veio dos royalties do petróleo e das participações especiais. “Entretanto esse é um superávit que vem de uma renda variável. Não temos como garantir a manutenção desse superávit nos próximos quadrimestres, já que ele está atrelado à variação do preço do barril”, explicou.

O resultado primário até abril de 2017 foi de R$ 511 milhões, superando os R$ 290 milhões alcançados no mesmo período do ano anterior. Já a Receita de Caixa do Tesouro apresentou resultado positivo de 6% em relação à meta de arrecadação estipulada.

Limites legais

Mesmo com todas as ações de equilíbrio fiscal implementadas pelo Governo do Estado, a Despesa de Pessoal em relação à Receita Corrente Líquida (RCL) do Estado continua acima do limite de alerta. O valor atingiu 44,52% no conceito do Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCEES), ultrapassando o estipulado pela lei, que é de 44,10%.

Já no que diz respeito à Previdência do Poder Executivo, a projeção do déficit para 2017 é de R$ 1,7 bilhão, contra R$ 1,5 bilhão de 2016.

O secretário Bruno Funchal resaltou a importância das ações implementadas pelo Governo desde 2015 no sentido de ajustar as contas do Estado e destacou a necessidade de manter o equilíbrio fiscal. “Temos que monitorar a receita e a despesa, que já estão bem ajustadas, para manter o equilíbrio e continuar pagando nossas contas em dia, afirmou.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade