25 C
Vitória
sábado, 4 abril, 2020

Festival de Cinema de Vitória bate recorde de inscrições

Leia Também

Apresentação do comprovante de multa eleitoral deixa de ser obrigatório

O sistema elo evita que os eleitores precisem ir aos cartórios eleitorais para comprovar o pagamento de multas eleitorais.

Confira a previsão do tempo para o fim de semana!

O tempo ficará instável neste fim de semana, segundo o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper).

Brasil registra mais de 9 mil casos e quase 360 mortes, nesta sexta (3)

Apenas os estados da região Norte não registrou mortes por coronavírus. Os estados de São Paulo e Rio de Janeiro foram os que mais registraram óbito.

Caixa lançará na terça aplicativo para cadastro em renda emergencial

O banco também lançará uma página na internet e uma central de atendimento telefônico para a retirada de dúvidas e a realização do cadastro.

O evento, que está em sua 24ª edição, teve um aumento considerável nas inscrições em relação ao ano passado

A 24º edição do Festival de Cinema de Vitória (FCV) bateu recorde de inscrições. Neste ano, foram inscritas 1.048 obras, 342 a mais do que ano anterior. Esse número representa um impressionante aumento de 48% no número de filmes, em relação a 2016, que participam da seleção para a programação oficial do festival, que será realizado entre os dias 11 e 17 de setembro, no Teatro Carlos Gomes, em Vitória.

Realizadores de todas as regiões do país inscreveram suas obras, somando 23 Estados e o Distrito Federal. A maior participação é da Região Sudeste, com mais de 600 obras inscritas. As inscrições de produções capixabas dobraram do ano passado para cá, registrando 96 filmes em 2017. Entre os gêneros, o destaque é mesmo a ficção, que representa quase a metade dos filmes, com 45% dos inscritos, seguida por documentário (28%).

“O Festival de Cinema de Vitória, ao longo dessas mais de duas décadas de atuação, se consolidou no calendário nacional como uma das principais vitrines para a produção de filmes independentes. Acompanhamos esse crescimento da safra ano a ano, tanto em quantidade quanto em qualidade. Nosso objetivo é sempre montar um panorama com o melhor da produção brasileira recente”, comemora a diretora do festival, Lucia Caus.

Outro fato a ser festejado é a participação das obras realizadas por estudantes, que praticamente duplicou quando comparada a 2016: foram 315 filmes inscritos neste ano, contra 163 no ano passado. Para Lucia, esse aumento é fruto do impacto direto das novas tecnologias, que baratearam os custos e facilitaram o acesso aos meios de produção cinematográfica.

“Os estudantes têm uma participação muito forte no gênero experimental, que é encorajada pelo Festival de Cinema de Vitória, tanto que temos uma janela exclusiva para essa produção, que é a Mostra Corsária. Neste ano, ela chega a sua sexta edição”, recordou Lucia.

Neste ano, o festival vem com novidades. Além de ganhar mais um dia de atividades – de segunda a domingo -, o evento traz de volta a Mostra Nacional de Videoclipes, buscando evidenciar os diversos caminhos e experimentações presentes na atual produção desse gênero. Os 58 clipes inscritos nesta edição vão disputar a preferência do Júri Popular.

Os demais filmes selecionados serão divididos em 11 mostras, entre elas a 21ª Mostra Competitiva Nacional de Curtas, a 7ª Mostra Competitiva Nacional de Longas, a 7ª Mostra Foco Capixaba e o 18º Festivalzinho de Cinema, espaço dedicado aos pequenos espectadores, com público formado por alunos da rede pública de ensino.

Estreantes na edição de 2016, a Mostra Mulheres no Cinema e a Mostra Cinema e Negritude se consolidam na programação do festival, dando ênfase à participação feminina por trás das câmeras e nas telas e nos bastidores e à temática racial, respectivamente. “Esses espaços tiveram uma excelente recepção do público no ano passado. As mostras são uma forma de o festival evidenciar o protagonismo das mulheres e dos negros no cinema e contribuir para quebrar preconceitos e estereótipos que, infelizmente, ainda existem no Brasil”, afirmou a diretora do festival.

Ao todo, o festival vai distribuir cerca de 30 troféus, além das possíveis menções honrosas. A escolha dos filmes premiados será feita por júris formados por profissionais com reconhecida atuação na área audiovisual.

Publicidade

ES Brasil Digital

ES Brasil 174
Continua após publicidade

Fique por dentro

5 vantagens que a atividade física traz ao mercado de trabalho

Exercícios físicos podem ajudar as pessoas a terem uma vida mais prazerosa e crescerem profissionalmente Com a correria do dia a dia, muitas pessoas entram...

Venda de imóvel? Saiba o que é lucro imobiliário e o impacto no IR

O ucro imobiliário se configura quando o proprietário vende um imóvel por um valor mais alto do que comprou. Veja os impactos causados no IR.

Coronavírus pode reduzir exportações em US$ 18,6 bi, informa CNI

A projeção inicial foi baseada na estimativa de que o PIB global encolherá 1,1% em 2020. A quantidade exportada deve cair 56 milhões de toneladas.

IPRF: prazo para entrega é prorrogado pelo governo

O prazo para a entrega do IPRF foi alterado para 30 de junho, mas mesmo tendo mais tempo, não deixe para a última hora. Saiba mais!

Vida Capixaba

Confira a previsão do tempo para o fim de semana!

O tempo ficará instável neste fim de semana, segundo o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper).

Semana Santa marcada pela tradicional torta capixaba

A tradicional Torta Capixaba, um dos pratos mais tradicionais da época, será vendida nos estabelecimentos, apesar da crise causada pelo novo coronavírus.

Tempo: o que esperar para abril?

O mês de abril será marcado por temporais, chuvas volumosas e potencial para alagamentos. O mês começa com alerta e situação de perigo para chuvas fortes.

Camerata Sesi apresenta a live: “Café com Maestro”

Com o tema “Os benefícios da música na educação musical”, o maestro Leonardo David convida a musicista Fabi Cruz para a live nesta quarta (01), às 17h
Continua após publicidade